Inscreva-se no YouTube do Baralho Cigano & Magia

Para agendar uma consulta com Baralho Cigano e Tarô, entre em contato pelo WhatsApp: +55 (11) 94889-0815 ou por e-mail: baralhociganoemagia@gmail.com

Magias do dia-a-dia

A Magia está presente na vida de TODOS e o tempo todo. Aprender a lidar com a magia que te cerca, te ajudará a alcançar seus objetivos com mais facilidade, pois O Universo Conspira a Seu Favor!

YIN E YANG



Segundo a filosofia chinesa o yin yang é a representação do positivo e do negativo, sendo o princípio da dualidade, onde o positivo não vive sem o negativo e vice e versa.

O criador desse conceito foi I Ching, ele descobriu que as formas de energias existentes possuem dois pólos e identificou-o como Yin e Yang. O Yin representa a escuridão, o princípio passivo, feminino, frio e noturno.

Já o Yang representa a luz, o princípio ativo, masculino, quente e claro. Além disso, também são indicados como o Tigre e o Dragão, representando lados opostos. Quanto mais Yin você possuir, menos Yang terá e, quanto mais Yang possuir menos Yin você terá.
Essa filosofia diz que para termos corpo e mente saudáveis é preciso estar em equilíbrio entre o Yin e o Yang.

Há sete leis e doze teoremas da combinação das energias Yin e Yang.


Leis de Yin e Yang

1.    Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita;

2.   Tudo se encontra em constantes transformações;


3.   Todas as contrariedades são complementares;

4.   Não há duas coisas absolutamente iguais;


5.   Tudo possui frente e verso;

6.   A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho;

7.   Tudo tem um começo e um fim.



Teoremas de Yin e Yang

1.    Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois;

2.   Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita;

3.   Yang tende a se afastar do centro; Yin tende a ir para o centro; E ambos produzem energia;

4.   Yin atrai Yang e Yang atrai Yin; Yin repele Yin e Yang repele Yang;

5.   Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin;

6.   A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang;

7.   Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções;
8.   Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang;

9.   Tudo tem polaridade;

10.               Não há nada neutro;

11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang;


12.Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia.

Salsa para Limpar os Rins

Os anos passam e nossos rins estão sempre filtrando o sangue, removendo o sal, veneno e tudo que seja prejudicial em nosso sistema.



Com o tempo, o sal se acumula e isso precisa de um tratamento de limpeza.

Como se livrar disso?
É muito fácil, primeiro pegue um ramo de salsa e lave muito bem, em seguida, corte em pedaços pequenos e coloque-o em uma panela e adicione água limpa (1 litro).

Ferva por dez minutos, deixe esfriar, coe em uma garrafa limpa e coloque-o na geladeira.
Beba um copo por dia e você vai ver que todo o sal e veneno acumulado nos seus rins, começam a surgir ao urinar.

A Salsa é conhecida como o melhor tratamento de limpeza para os rins e é natural!


O sabor pode até não ser muito agradável, mas faz um bem...

Curandeiras, Parteiras e Sacerdotisas



No decorrer dos milênios, tanto nas civilizações do Ocidente quanto nas do Oriente, essas mulheres de poder quase sempre desempenharam livremente o seu papel, respeitadas e admiradas pelas pessoas. 

Eram curandeiras, parteiras, sábias nos usos medicinais das ervas, folhas, raízes, conhecedoras dos mistérios da natureza, da vida e da morte. Eram também sacerdotisas, profetisas, médiuns que funcionavam como elemento de ligação entre os vivos e os mortos, entre os humanos e os deuses.

Claro, havia também homens que exerciam essas funções. Mas eram minoria. Desde sempre, a natureza sensível da mulher foi considerada mais adequada para perceber os segredos da terra e manipular suas forças. 
No passado, como no presente, as mulheres são as herdeiras das antigas tradições dos tempos matriarcais, pré-cristãos, quando pontificava uma divindade feminina, a Grande Mãe Terra, mais simplesmente chamada A Deusa. 

Ela dominou a sociedade durante muito tempo, até o advento, há apenas dois ou três mil anos, do ciclo patriarcal, no qual a divindade máxima é um deus masculino, feito à imagem e semelhança dos homens. 
Desde então, tudo se inverteu. Os valores defendidos e ensinados passaram a ser aqueles convencionalmente atribuídos ao princípio masculino – a honra, a valentia, a competitividade, o espírito de conquista. Pouco a pouco, foram sendo esmagados os valores atribuídos ao princípio feminino – a receptividade, a adaptabilidade, a cooperação, o respeito à natureza e suas leis.

No decorrer da era patriarcal, as mulheres foram colocadas num plano muito inferior ao dos homens. Identificadas como causa e objeto do pecado pela tradição judaico-cristã, consideradas instrumentos do diabo para a perdição dos homens, as mulheres perderam quase todas as possibilidades de afirmação.


Desprestígio começou na Idade Média



Foi na Europa medieval, dominada pela religião patriarcal cristã, que se cristalizou o desprestígio da condição feminina. Todo o poder se concentrou nas mãos dos homens. Em primeiro lugar vinha o deus masculino; em seguida seus representantes na terra, o papa e o rei, com suas respectivas cortes; depois o senhor feudal; e finalmente o cidadão do sexo masculino. Para as mulheres praticamente nada restava na repartição do poder. Quase escravas dos seus senhores, seus papéis sociais limitavam-se à função de esposa e mãe, ou às profissões que reproduziam na sociedade esses mesmos papéis: enfermeiras, cozinheiras, costureiras, parteiras, domésticas. As que desejavam escapar desse destino podiam entrar para um convento (para se tornar esposas de Cristo), ou mergulhar no difícil caminho da prostituição (esposas de todos os homens).

Mas o desejo de liberdade, quando se instala no coração e na mente de uma mulher, é capaz de remover montanhas. Mesmo naquela situação de asfixia, algumas mulheres se rebelaram contra a camisa-de-força patriarcal e procuraram escapar dela. Entre essas mulheres estavam as bruxas. Herdeiras –conscientes ou inconscientes – da antiga tradição libertária dos tempos matriarcais, as bruxas faziam uso dos conhecimentos mágicos oriundos dessa tradição passada de mãe para filha, com o objetivo de conquistar poder. Muitas tornaram-se realmente mulheres de conhecimento e poder, e sua presença logo se destacou no meio da massa de mulheres reprimidas e esmagadas.

O poder patriarcal identificou nessas mulheres um perigo, uma ameaça, e reagiu. Como poderiam aqueles homens – por um lado, eles próprios prisioneiros dos papéis masculinos estereotipados que eram obrigados a representar e, por outro, pelos dogmas de uma igreja que dominava pelo terror – admitir a existência de mulheres mais livres e poderosas (no sentido mágico) do que eles próprios?

A ordem foi acabar com essas mulheres e, na onda terrível de perseguição, até alguns homens foram condenados à morte pelo mesmo “crime”: a bruxaria. Mas, segundo as estatísticas, as mulheres constituíram cerca de 80% das vítimas.

Oitenta por cento daqueles que a Inquisição mandou para a fogueira eram mulheres. Principal acusação: prática de bruxaria.


60 mil mulheres queimadas vivas


Tribunais da Inquisição eclesiástica surgiram em toda parte nos países europeus e inclusive nas Américas do Norte e do Sul. Calcula-se que cerca de 60 mil mulheres foram queimadas vivas entre os séculos 14 e 18. Um genocídio que, levando-se em conta a exiguidade da população naquela época, pode ser comparado ao massacre dos judeus pelos nazistas.

A acusação formal nesses julgamentos sumários era de heresia ou de pacto com o demônio. Mas, na verdade, bastava que o cidadão, principalmente se fosse mulher, se diferenciasse um pouco dos padrões da moral e do senso comum estabelecidos, para ser jogado no braseiro. Joana D’Arc foi queimada porque queria ser guerreira; Giordano Bruno, por afirmar que a Terra não era o centro do universo. Os anais da Inquisição estão cheios de relatos inverossímeis para a mentalidade de hoje. Existe, a título de exemplo, a história de uma mulher que não conseguia acordar durante a noite quando o marido a chamava. A infeliz foi parar num tribunal, denunciada pelo próprio marido, que a acusou de, durante o sono, abandonar o corpo em espírito para encontrar-se com o demônio. A mulher foi condenada e morreu na fogueira.

Dessa paranoia masculina nasceu a imagem feia e negativa que até hoje conservamos das bruxas. Mas, no bojo dos recentes movimentos de libertação da mulher e de resgate dos valores do feminino, essa imagem passa por um rápido processo de transformação. Ao lado da eclosão de ciências “femininas”, como a ecologia, estreitamente ligadas às leis e necessidades da terra, existe hoje, em todo o mundo, um enorme interesse pelos conhecimentos e valores essenciais da bruxaria. Claro, uma bruxaria moderna, de linguagem e roupagens renovadas, e não mais conectada a feitiços baratos à base de sapos, morcegos, vassouras e caldeirões. Muitas centenas de livros sobre o tema foram lançados nas últimas décadas, e seus autores apontam para o ressurgir de uma espiritualidade baseada na sacralização da natureza – exatamente o tipo de espiritualidade desde sempre praticado pelas bruxas.

Muitas analogias podem ser feitas entre a base essencial da religião das bruxas e a moderna psicologia. Por exemplo, as bruxas consideram reais quaisquer pensamentos ou fantasias, acreditando que eles influenciam concretamente as ações no presente. Assim, um fato realmente ocorrido e uma fantasia inventada pela imaginação têm idêntico valor psicológico. A psicologia tem essa mesma visão.

Na mente reside, para as bruxas, o poder de produzir mudanças, o poder de transformação. E cada mudança, acreditam, começa pelo encorajamento de uma atitude psicológica favorável a ela. Para exemplificar, se você deseja mudar de profissão, comece por se imaginar no desempenho de uma outra atividade que lhe proporcione sucesso, prazer e entusiasmo.

Ideias: Primeiro na mente, depois no mundo


Pelo fato de acreditarem que uma ideia deve viver na mente antes de viver no mundo, as bruxas atribuem grande importância à vida imaginativa. Por isso, as técnicas que ensinam a estimular e a focalizar a imaginação (como os recentes métodos batizados de visualização criativa ou a neurolinguística) constituem plataformas básicas da moderna bruxaria, junto ao poder da vontade e a força da mente.

Artefatos tradicionais ainda utilizados por algumas bruxas modernas, como a bola de cristal, espelhos mágicos, incenso, velas, joias, amuletos e talismãs, são na verdade usados como meios de capturar e fixar a atenção para, em seguida, desencadear processos cognitivos sutis da mente.

Na bruxaria, a vontade individual é sagrada. Depois de aprender a visualizar os seus desejos, a bruxa aplica o poder da sua vontade para trazê-los à realidade.

A única regra que controla e restringe o jogo da vontade é de tipo ético: ela nunca deve ser usada com propósitos egoístas ou destrutivos. A regra de ouro da bruxaria é: “Faça tudo aquilo que quiser, até o ponto em que o seu querer comece a perturbar ou ferir os outros”. O raciocínio que está por detrás dessa lei baseia-se muito mais num sentido de equilíbrio do que num ideal caridoso ou moralista. As bruxas acreditam que tudo aquilo que fazem produz efeitos que retornam a elas muito mais fortes do que a ação inicial. Pela “lei do retorno”, axioma fundamental da magia, o mundo é, para cada um de nós, um imenso espelho: tudo que projetamos nele, sejam atos, pensamentos, emoções ou sentimentos, mais cedo ou mais tarde voltará, como um reflexo, para aquele que fez a projeção. Assim, praticar magia para o bem trará sempre compensações positivas. Mas fazer feitiços maléficos é uma atividade muito perigosa, porque ao fazê-los a bruxa envolve-se com forças destrutivas que podem repercutir sobre a sua própria vida.

Mas, por outro lado, se alguém praticar o mal contra uma bruxa, ela estará, devido a essa mesma lei, perfeitamente a salvo ao executar o seu ato de vingança. Usará, nesse, caso, a própria energia negativa desencadeada pelo agressor, simplesmente devolvendo-a à origem.

Como a bruxinha cheia de charme que encontrei naquele jantar, as bruxas modernas estão soltas, livres e atuantes. Confundem-se a tal ponto com a mulher comum que sou tentado a dizer que toda mulher pode (e talvez deva) ser uma bruxa. Elas são pessoas que entenderam que magia não precisa ser, necessariamente, uma atividade que envolva estranhas cerimônias feitas atrás de portas fechadas.


A magia das bruxas é coisa tão natural quanto o ar que se respira, e o universo inteiro, dentro e fora de nós, faz vibrar constantemente o seu misterioso poder mágico. A natureza é mágica, e a mulher e o homem, seres que sintetizam todo o microcosmo natural, são também reservatórios do poder mágico.

Baba Yaga - A Grande Deusa da Natureza e da Morte




Podemos chamá-la de Grande Deusa da Natureza e (com todos os esqueletos em volta de sua casa) ela é também a Deusa da Morte. Morte esta, que também faz parte do grande ciclo da vida. 

Baba-Yaga compreende igualmente os dois mistérios extremos da Vida. O nascimento (criação) e a morte (destruição).

Além de suas qualidades dóceis e férteis, o arquétipo da Grande-Mãe simboliza a destruição necessária para uma nova ordem.
Baba Yaga é uma Deusa diretamente associada à verdade que reside dentro de nós. Ela é a Iniciadora, a velha sábia que mora na recôndita floresta, numa insólita casa cercada de simbolismos arrebatadores, como cercas feitas de crânios, uma casa que se ergue sobre dois enormes pés de galinha (por essa razão a casa está sempre em movimento.) 

É uma Deusa que voa em um pilão e vai limpando seus rastros com uma vassoura, para não ser encontrada.
Ela está sempre mexendo o caldeirão e sabe de tudo. 

Ela assusta, pois quem a procura é obrigado a entrar na escuridão, a fazer perguntas perigosas, a deixar o mundo da lógica e do conforto.

Longe do convívio humano, Baba-Yaga tem o domínio pleno e solitário da floresta, suas árvores e as sombras, revelando-se como uma das manifestações do arquétipo feminino da Grande-Mãe, com quem, em última instância, todos buscam um consolo ou ajuda.

Baba Yaga fica sentada à porta de sua cabana e destrata os viajantes que se aproximam. Dessa forma, demonstra seu lado Desafiadora, que nos obriga a entrar em contato com nosso eu mais profundo, mais verdadeiro, mais puro, sem medo.

Em algumas das lendas, ela aparece como aquela que nos devora até os ossos, mostrando que a melhor forma de entrar em contato com essa Deusa é retirando nossas “máscaras”, as camadas e mais camadas que escondem nossa essência, para que possamos renascer por completo e de forma pura, em contato com quem realmente somos. 

E como nos antigos contos de fada, dizem alguns que só a pureza no coração nos permite encontrá-la.

Baba Yaga é um ser sobrenatural que tem sua origem no folclore do leste europeu, mais precisamente na mitologia eslava, conhecida também como a bruxa Yaga.

10 Conselhos de Dalai Lama que podem Mudar a sua Vida





1. SEJA COMPASSIVO.
“O tema da compaixão não é algo religioso; é algo humano, é uma questão de sobrevivência humana.” – Dalai Lama

Pesquisas mostram que quando você demonstra compaixão em benefício de outros seres, você experimenta uma sensação semelhante de prazer como quando tem orgasmos, boa comida ou férias relaxantes. Basicamente, ser compassivo faz bem à sua saúde.

Basta ter uma atitude compassiva para que você vivencie a redução do estresse, batimentos cardíacos mais regulares e uma melhora no sistema imunológico. É como se o receptor da sua “doação” te desse alta do hospital da vida.

Como demonstrar compaixão?

Quando você tenta entender os sentimentos e emoções de uma pessoa, significa que está compartilhando suas experiências. É mais do que um simples ato de bondade.

Se você é compassivo, você vai se envolver emocionalmente mas, cuidado, é preciso perguntar qual é a ajuda necessária e não aumentar o sofrimento do outro.

Quem pode estar precisando da sua compaixão agora?

Um amigo que está doente;
Alguém que tenha perdido o seu emprego;
Um parente que foi despejado;
Alguém passando por uma separação;
Uma pessoa sem-teto.


2. SEJA GENTIL E AJUDE OS OUTROS.
“Esta é minha religião simples. Não há necessidade de templos; não há necessidade de filosofia complicada. Nosso próprio cérebro, o nosso próprio coração é o nosso templo: a filosofia é bondade.” – Dalai Lama

Ser amável e generoso tem um “custo” muito baixo perto dos benefícios e felicidade consideráveis que você ganha.

Essa foi a conclusão a que Michael Norton e seus colegas da Harvard Business School chegaram depois de fazerem uma pesquisa muito interessante: voluntários que doavam algum dinheiro eram mais felizes do que aqueles que guardavam para si mesmos.

“Seja amável sempre que possível. É sempre possível.” – Dalai Lama


3. ENCONTRE A FELICIDADE.
“A finalidade de nossas vidas é ser feliz.” – Dalai Lama

Na correria do dia a dia, a única coisa que você realmente quer, no final do dia, é encontrar a felicidade.

Quando foi entrevistado sobre o assunto, Dalai Lama disse que somos bombardeados com mensagens sobre bens materiais. Há muito poucas mensagens sobre perdão, compaixão, paciência, tolerância e gentileza. Mas se você realmente quer ser feliz (e você quer!) é preciso dar prioridade a esses valores.

Não é abdicar dos bens materiais: é dar prioridade aos valores essenciais da natureza humana que nos fazem enxergar a nossa felicidade intrínseca.

“A felicidade não está pronta: ela se trata de nossas próprias ações.” – Dalai Lama


4. DESCUBRA A PAZ INTERIOR.
O Dalai Lama aconselha todos a gastarem um pouco de tempo sozinhos, todos os dias. Tempo para refletir e afastar os pensamentos negativos tais como raiva, ressentimento, ciúme e cansaço.

Tente substituir esses pensamentos por emoções positivas, como o otimismo, a gratidão, o amor e a paz. Ele diz com razão que a mente realmente calma é a fonte de felicidade e boa saúde.


5. NÃO PREJUDIQUE OS OUTROS.
“Se for possível, ajude os outros; se você não pode fazer isso, pelo menos não os prejudique.” – Dalai Lama

Contar mentiras, fazer fofocas, espalhar boatos desagradáveis, intimidar e tirar vantagem dos outros são atitudes que trazem consequências negativas que vão te assombrar a partir do exato momento em que você praticá-las.

Quando você prejudica os outros, prejudica a si mesmo.


6. ALIMENTE SUAS AMIZADES.
Amizades nunca devem ser subestimadas. Elas precisam de cuidado, de amor macio, porque eles são capazes de gerar confiança e afeto.

Amizades verdadeiras nunca dependem de dinheiro ou influência política. É um fato triste ver amizades negligenciadas. Este é um dos fatores de risco que provavelmente contribui para a depressão na nossa sociedade.


7. NÃO DEIXE QUE A TECNOLOGIA CONTROLE SUA VIDA.
“Nós somos os controladores da tecnologia. Tornar-se um escravo dela, portanto, não é bom.” – Dalai Lama

Você sabia que o Dalai Lama tem mais de 12 milhões de seguidores no Twitter? Enquanto admira os avanços das mídias sociais que nos ajudam na nossa comunicação, ele, no entanto, adverte contra seu uso excessivo, pelas seguintes razões:

Ela pode controlar o seu olhar natural para a vida.
Quem está no comando? Você ou a tecnologia?
Ela é um substituto pobre para a amizade real.
Ela não pode ajudá-lo a ser compassivo.
Ela prejudica a interação humana real.


8. NÃO DISCUTA OU BRIGUE; APENAS NEGOCIE.
“A não-violência significa diálogo, usando nossa língua: a linguagem humana. Diálogo significa compromisso, respeitar os direitos de cada um. Não se soluciona um conflito ou discórdia no espírito de reconciliação. Isso porque não existe ninguém que seja 100% vencedor ou 100% perdedor; não dessa maneira, mas meio a meio. Essa é a maneira prática, a única maneira.” – Dalai Lama

Quer se trate de uma crise internacional ou uma discussão com o seu parceiro ou patrão, a chave para uma solução pacífica e consequentemente não violenta é o diálogo.

Desta forma, você aprende a arte do compromisso e da negociação. Sua Santidade recomenda que você nunca traga o passado à tona, mas que se concentre no que está causando o problema atual, no presente.


9. SEJA GENTIL COM O PLANETA.
A fim de sobreviver, temos o dever de preservar este planeta da melhor forma possível. Aprender a reciclar, procurando maneiras de criar energia alternativa, e aprender sobre as questões atuais são opções que podem ajudar a retardar o ponto de inflexão.


10. APRENDA COM SEUS FRACASSOS.
“Quando você perder, não perca a lição.” – Dalai Lama

Quando você estragar, é importante analisar o que deu errado.

Talvez você esteja triste pela coisa errada ou talvez não tenha pensado o processo como um todo. Talvez tenha havido um problema no planejamento do projeto e talvez você não tenha pensado sobre as piores possibilidades.


A reflexão pode ajudá-lo a aprender com suas falhas.


ESSAS 10 LIÇÕES SÃO CAPAZES DE MUDAR A SUA VIDA!


Pratique a verdade, a honestidade, o amor e a bondade e observe que o calor humano e compaixão será forças de condução da sua vida e irá ajudar você, assim como me ajuda, a redescobrir a felicidade real e natural.

Fadas, Borboletas, Corações e Rosas


As fadas representam os poderes do espírito e as capacidades mágicas da imaginação. São seres folclóricos capazes de realizar feitos extraordinários e realizar desejos.

A palavra fada vem do latim Fata, que significa fado ou destino.
As fadas têm a sua origem nas mitologias grega e romana, e eram elas as responsáveis por escrever o destino das pessoas, do nascimento até a morte.





A borboleta é considerada o símbolo da transformação, da felicidade, da beleza, daí a inconstância, da efemeridade da natureza e da renovação, mas há inúmeros significados atribuídos à simbologia das borboletas.



O coração é o símbolo do amor, mas também pode representar a força, a verdade, a justiça, a sabedoria, a intuição, o divino, o espírito, o nascimento, a regeneração.




A rosa simboliza a perfeição, o amor, o coração (no sentido de romantismo), a paixão, a alma, o romantismo, a pureza, a beleza, a sensualidade, o renascimento, etc...

E de acordo com sua cor, pode simbolizar também a lua (rosa branca), o sol (rosa amarela) ou o fogo (rosa vermelha).

Universalmente, essa flor complexa e aromática representa o símbolo do amor e da união, famosa por sua beleza e seu perfume. Não obstante, o desabrochar do botão da rosa, simboliza o segredo e o mistério da vida.


Fonte:  Dicionário de Simbolos

Ajude-se em seu processo Cura


Tudo é energia.
A doença é energia, 
a saúde é energia, 
a pobreza é energia, 
a abundância é energia, 
a prosperidade é energia! 
E podemos mudar qualquer coisa alterando sua energia!

Quando temos alguma enfermidade no corpo físico, antes, essa doença existiu em seu corpo astral de uma maneira energética. E energéticamente, ela ainda está lá, fazendo adoecer seu corpo físico.

Então, basta colocar sua atenção constantemente, diariamente, na região do corpo que apresenta algum problema.
Geralmente há ali alguma "energia" condensada, presa, congelada de um determinado sentimento que originou a doença.

Coloque a mão na região afetada e imagine uma luz branca sendo irradiada no local.
Mas não traga essa luz de você mesmo.
Pense nesta luz branca, vindo do céu. Entrando pelo topo de sua cabeça. Passando por seu corpo até chegar as palmas de suas mãos, sendo diretamente direcionadas ao local enfermo.

Imagine a doença se dissipando.
Imagine essa energia negativa se dissipando, com esta luz que vem do céu, passa por você e é direcionada através de suas mãos.

Thita Oliveira

Gengibre e Dente de Leão



Gengibre aumenta a pressão.
Quem sofre de pressão alta não deve consumir gengibre. Hipertenso não pode de jeito nenhum.
O alimento acelera o metabolismo e aumenta a vasodilatação, o que pode causar um descontrole da pressão arterial .

Mas essa alteração na pressão só é prejudicial a quem é hipertenso. Para pessoas saudáveis não há perigo em ter o metabolismo acelerado com o gengibre, pelo contrário, é um alimento aliado da saúde e da dieta.

Magisticamente, o gengibre potencializa qualquer magia ou feitiço. Basta acrescentar este elemento aos outros de suas oferendas, poções, etc.


DENTE  DE  LEÃO



O dente-de-leão é reconhecido como erva daninha, mas as suas propriedades terapêuticas, aniquilam tal  juízo.
Ele é considerado erva daninha, pois ele de fato “rouba” alguns nutrientes de outras plantas, quando estão no mesmo espaço. Mas o dente de leão, também traz muitos benefícios e nos auxilia em muitas coisas, como por exemplo:

·        Obesidade - faz perder peso.
·        Auxilia a digestão – estimulando a bílis.
·        Insuficiência cardíaca congestiva.
·        Hipertensão.
·        Infecções vaginais.
·        Diabetes – reduz a quantidade de açúcar no sangue.
·        Prevenção do aparecimento de tumores.

Usar cerca de 10 gramas de folhas secas, em infusão por 10 minutos, ajuda e m todos os tópicos mencionados acima.

Magisticamente, também auxilia a sua auto estima e auto confiança.

Mas CUIDADO...

O dente-de-leão não deve ser tomado por mulheres grávidas ou que estejam a amamentar.

Top 5 da Canela para a Saúde + Receitinha para Diabéticos


Saiba os benefícios da canela , ela tem algumas substâncias que são incríveis contra algumas doenças.

1: Os resultados preliminares de estudos indicaram que a canela tem propriedades anti-fungos, antibacterianas e anti-parasitas. A canela é eficaz contra a candidíase vaginal, candidíase oral, úlceras estomacais e os piolhos principalmente.

2) A canela tem propriedades anti-inflamatórias. Muitos de nós comem as porções de comidas fritas, gorduras e alimentos processados, e estas comidas causam a inflamação de nossos tecidos e órgãos internos, e esta inflamação se ligou a uma das doenças mais perigosas para a vida – doença cardíaca. Dietas anti-inflamatórias são meios para a redução de ocasiões dos ataques do coração, dos movimentos e da doença cardíaca. Isto é citado em alguns livros, medicina natural:

Um consenso cada vez maior entre cardiologista estabelece claramente a inflamação anormal em paredes da artéria como causa original da aterosclerose e da doença cardíaca coronária.”

A canela podia ser um aliado potencial a nosso favor para diminuir a inflamação.

3) A canela pode ajudar realmente à pessoas com a diabetes do tipo 2 em que os níveis de açúcar no sangue tem controle da diabetes, e pode diminuir o colesterol LDL o colesterol total e os triglicérides (ácidos graxos no sangue). Um estudo foi conduzido pelos pesquisadores do Ministério de Agricultura dos EUA (USDA) em 2003 que mostrou que 60 pessoas no Paquistão que tinha diabetes do tipo 2, que comeram 1 grama de canela a cada dia durante 40 dias, tiveram diminuição significativa de seus níveis de açúcar de sangue, do colesterol LDL, do colesterol total e dos triglicérides.

4) A canela é uma fonte excelente de manganês, de fibra dietética, de ferro e de cálcio. A combinação de cálcio e de fibra pode ajudar a não utilizar a bílis, que previne dano às células, que as ajudam a prevenir o câncer de cólon. A fibra também pode ajudar com o alívio da prisão de ventre e da síndrome de intestino preso.

5) Se isto não é bastante, alguns doutores realizaram os estudos que mostram que ao cheirar canela melhora nossa memória e funcionamento de certas tarefas.


  • Utilize a canela moderadamente, não abuse, pois em excesso pode ser tóxico.          




Receita com canela para Diabetes



Uma ótima receita de sobremesa com canela para diabéticos é a maçã cozida. 
Basta cortar uma maçã em fatias ou apenas tirar a casca de uma maçã inteira, polvilhá-la com canela e levá-la por cerca de 2 minutos ao micro-ondas.

Fica uma delícia e ainda faz bem.


Ervas e Magias

Meus amores!!!

Aqui estão algumas dicas mágicas de ervas e como trabalhar com elas energéticamente.



·        Framboesa - Rubus idaeus - Feminino. Regido por Vênus, associado ao elemento Água . Associados com a cor rosa e branco . Use-a para auxiliar nas dúvidas, para auxiliar no trabalho de feitiços e rituais relativos a questões de amor e proteção espiritual .

·        Hortelã Pimenta -Mentha piperita - Masculino. Regido por Mercúrio, associado com o elemento Fogo . Associado com a cor Branco, Amarelo e Azul. Erva de excelente uso na proteção durante a Viagem Astral, Cura das feridas emocionais e revelação de poderes psíquicos profundos.

·        Calêndula - Calendula officinalis - Masculino. Regido pelo Sol, associado com o elemento Fogo. Associados com a cor laranja, azul e amarelo. Empresta seus poderes em magias e rituais de obras relativas á sonhos e proteção, também relativo a questões legais .


·        Sálvia - Salvia officinalis-masculino. Regido por Júpiter, associado com o elemento Ar. Associados com a cor marrom e amarelo. Erva de proteção para casa. Empresta seus poderes para proteger a casa de ataques e invasões provenientes de qualquer área.

·        Erva-cidreira - Melissa officinalis – Feminino. Regido pela Lua, associada com o elemento água. Associado com a cor rosa e amarelo. Empresta seus poderes para o trabalho de adivinhação, especialmente quando questões de saúde entram em jogo.


·        Tomilho - Thymus vulgaris – Feminino. Regido por Vênus, associado com o elemento água. Associado com a cor branco e roxo. Erva Mestre espiritual para ajudar na limpeza e equilíbrio dos chakras.


·        Lavanda - officinalis Lavandula – Masculino. Regido por Mercúrio, associado com o elemento Ar. Associados com a cor Azul, Verde e Branco. Empresta os seus poderes em rituais e encantamentos da paz e atraindo harmonia.


Beijinhos mil!

Dicas da Natureza!

·   

     

Vamos a mais uma dica da nossa querida Mãe Natureza...hehe


  • Framboesa - Rubus idaeus - Feminino. Regido por Vênus, associado ao elemento Água . Associados com a cor rosa e branco . Use-a para auxiliar nas dúvidas, para auxiliar no trabalho de feitiços e rituais relativos a questões de amor e proteção espiritual .


·        Hortelã Pimenta -Mentha piperita - Masculino. Regido por Mercúrio, associado com o elemento Fogo . Associado com a cor Branco, Amarelo e Azul. Erva de excelente uso na proteção durante a Viagem Astral, Cura das feridas emocionais e revelação de poderes psíquicos profundos.

·        Calêndula - Calendula officinalis - Masculino. Regido pelo Sol, associado com o elemento Fogo. Associados com a cor laranja, azul e amarelo. Empresta seus poderes em magias e rituais de obras relativas á sonhos e proteção, também relativo a questões legais .


·        Sálvia - Salvia officinalis-masculino. Regido por Júpiter, associado com o elemento Ar. Associados com a cor marrom e amarelo. Erva de proteção para casa. Empresta seus poderes para proteger a casa de ataques e invasões provenientes de qualquer área.

·        Erva-cidreira - Melissa officinalis – Feminino. Regido pela Lua, associada com o elemento água. Associado com a cor rosa e amarelo. Empresta seus poderes para o trabalho de adivinhação, especialmente quando questões de saúde entram em jogo.


·        Tomilho - Thymus vulgaris – Feminino. Regido por Vênus, associado com o elemento água. Associado com a cor branco e roxo. Erva Mestre espiritual para ajudar na limpeza e equilíbrio dos chakras.


·        Lavanda - officinalis Lavandula – Masculino. Regido por Mercúrio, associado com o elemento Ar. Associados com a cor Azul, Verde e Branco. Empresta os seus poderes em rituais e encantamentos da paz e atraindo harmonia .

Mesa Radiônica, Reiki e Runas - O que são e para quê servem?;.





Mesa Radiônica



A Mesa Radiônia é uma ferramenta que possibilita aumentar ou diminuir sua frequência energética sobre qualquer aspecto ou qualquer assunto.

Se sentimos uma dor, por exemplo, é possível direcionar energias de cura para o ponto específico onde a dor acontece, para que a pessoa tenha alívio, ás vezes, quase que imediato. Podemos também auxiliar em tratamentos mais longos. Ressaltando que a Mesa Radiônica e nem um outro método de terapia alternativa substitui o tratamento médico convencional. A Mesa deve ser utilizada como um tratamento alternativo. Um complemento ao tratamento médico.

Para trabalhar questões materiais, podemos limpar energéticamente os caminhos do consulente, para que ele alcance seu objetivo.


Em casos de espiritualidade, auxilia em desobsessões, no reequilibrio energético e espiritual.

Enfim, na Mesa é possível trabalhar ENERGÉTICAMENTE qualquer questão.


Reiki


O Reiki é uma forma de "cura" através da imposição de mãos.
Reikianos, canalizam a energia do Universo, direcionando-a para os chakras de quem recebe, fazendo assim com que toda a energia de seu corpo seja reequilibrada e esteja ativa.

É perfeitamente possível aplicar Reiki a distância.
Existem alguns níveis dentro do Reiki, onde os reikianos passam por iniciações, antes de poderem de fato praticar este método.

O Reiki auxilia em problemas físicos, mentais, espirituais e até em questões relacionadas a vidas passadas.


Runas

As Runas, são símbolos nórdicos, que além de representarem uma letra de nosso alfabeto, também trazem a energia de um deus.

Existem 3 sistemais Rúnicos.

·        Sistema Futhark Elder – Este é um sistema recente, que chegou ao nosso conhecimento apenas em 1993, embora seja o sistema mais antigo utilizado pelos Celtas, Xamãs e por algumas culturas do Sagrado Feminino. Dizemos que ele é recente, pois era considerado um sistema já “morto” e voltou a ser utilizado em 1993. Neste sistemas, utilizamos 25 pedras, sendo que uma pedra está em branco, representando Odim.
·        Sistema Futhork – Sistema com 29 pedras
·        Sistema Northumbria – Sistema que possui de 29 a 44 pedras.

Veja na tabela abaixo, como são os símbolos rúnicos do sistema Futhark Elder e que letra do alfabeto cada símbolo representa.




Agora, vamos falar um pouquinho sobre a energia de cada runa.

·        Ansus – Símbolo da comunicação.
·        Bekano – Símbolo da fertilidade.
·        Kenaz – Símbolo de conquistas por seus méritos.
·        Dagaz – Símbolo da esperança.
·        Ehwaz – Símbolo da lealdade.
·        Fheu – Símbolo da abundância.
·        Gebo – Símbolo do amor.
·        Hagalaz – Símbolo das dificuldades, mas também de grandes aprendizados.
·        Isa – Símbolo da paciência, da demora, lentidão.
·        Jera – Símbolo do merecimento. Colher o que se planta.
·        Laguz – Símbolo da intuição.
·        Mannaz – Simbolo do amor próprio e da solidariedade. Fala do “EU”.
·        Nauthisz – Símbolo do equilíbrio. Nada falta e nada sobra. O necessário.
·        Othala – Símbolo do desapego.
·        Perdhro – Símbolo dos mistérios, do oculto.
·        Raidho – Símbolo das vitórias.
·        Sowilo – Símbolo do sucesso.
·        Tihwaz – Símbolo da espiritualidade e do direcionamento.
·        Uruz – Símbolo da coragem e da força.
·        Wunjo – Símbolo das alegrias.
·        Algiz – Símbolo de proteção.
·        Thurisaz – Símbolo que fala dos aprendizados através das dificuldades da vida.
·        Ingwaz – Símbolo da criatividades e da plenitude.
·        Eihwaz – Símbolo que mostra que você tem 50% de chance de conseguir algo ou não.
·        Pedra em Branco – Esta é a pedra que simboliza Odim. Sua simbologia é total. Odim, faz o que precisa ser feito, ajuda no que precisa ser ajudado, protege o que precisa ser protegido. Enfim, este é o deus dos deuses.


Boralá fazer magia!



Meus amores, a magia de hoje é para que o Universo coloque em ordem Divina, o que precisa ser colocado em ordem.
Então, não deem determinação nenhuma específica.

Se você não tem um jogo de Runas, neste caso, escreva cada símbolo em um pedacinho de papel mesmo. E não se esqueça de deixar um papel em branco, simbolizando a pedra de Odim.
Coloque tudo dentro de um saquinho (pode até ser uma fronha de travesseiro).
Antes de começar a tirar cada símbolo, peça licença a Odim, que é o deus dos deuses na cultura nórdica.
Peça, que a energia das Runas atuem no que for necessário na vida de vocês.

Misture bem as pedras ou os papeizinhos e vá tirando-os aleatoriamente, colocando-os em círculo.

No centro deste círculo de Runas, coloque uma foto sua ou um testemunho, como uma mecha de cabelo ou um pedacinho de unha.

Depois do círculo formado, Acenda uma vela branca no centro, para potencializar esta energia através do fogo.

Depois que a vela terminar de queimar, você até pode deixar o circulo montado indefinidamente, ou recolher as pedras ou papéis.



Minha gente, a energia das Runas é muito forte e gostosa de ser trabalhada.
Beijinhos mil a todos...

Thita Oliveira

=(^.^)=

Pesquisar este blog

Cadastre Seu Email


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com