Inscreva-se no YouTube do Baralho Cigano & Magia

Para agendar uma consulta com Baralho Cigano e Tarô, entre em contato pelo WhatsApp: +55 (11) 94889-0815 ou por e-mail: baralhociganoemagia@gmail.com

Magias do dia-a-dia

A Magia está presente na vida de TODOS e o tempo todo. Aprender a lidar com a magia que te cerca, te ajudará a alcançar seus objetivos com mais facilidade, pois O Universo Conspira a Seu Favor!

Escravos do Trabalho X Trabalhar por Amor

“Sabe meu nome, mas não a minha história.
Escutou o que eu fiz, mas não o que eu passei.
Sabe onde eu estou, mas não sabe de onde vim.
Me vê rindo, mas não sabe o que eu sofri...”
(Li  no Facebook, minha gente...hehe)



E assim inicio esse texto, para falar sobre um assunto que hoje está meio “na moda”.

E essa tal história  de trabalhar no que se ama?
É mesmo possível?

Bem, minha gente, eu diria que sim. Na verdade, qualquer um de nós pode trabalhar no que quiser, mas isso não significa que você deve ser irresponsável ou negligente com suas responsabilidades.

Ir atrás de um sonho, pode não ser muito rápido e nem tão lucrativo quanto se imagina.
Hoje em dia, as pessoas falam muito em “qualidade de vida”. E o que é isso?

Ter qualidade de vida, é justamente poder trabalhar, ter uma boa renda e ainda assim, poder curtir a família, os amigos, viajar, enfim, conquistar coisas.
Quem não que isso, né minha gente.

E porque poucos conseguem?

Creio que porque poucos se dedicam de verdade.
Vamos pensar nas profissões mais “tradicionais”.
Um advogado, por exemplo, precisa deicar-se muito aos estudos e por um bom tempo.
Assim como um médico, um engenheiro, um arquiteto, etc...
Principalmente quando falamos de alguém que não tem condições financeiras de arcar com os custos de uma faculdade dessas e sendo assim, a parte dos estudos já se inicia antes mesmo de se iniciar o curso almejado. E ainda vale lembrar, que nem sabe esse esforço é recompensado logo de cara, pois o fato de se dedicar dia e noite a estudar, não significa que o SER vai passar na prova para uma faculdade pública.

Aí está a diferença entre quem consegue e quem desiste.
Entre dois jovens que passaram o ano em casa, estudando, dispensando sair, se divertir e ficar com os amigos, vamos imaginas que nenhum passe nas provas para a faculdade que deseja. Mas um desses jovens, apesar de chateado diz: “Ano que vem, eu passo!”.
Enquanto o outro pensa: “Não acredito! O que vai ser de mim agora? Talvez esse não seja meu caminho. Não agüento mais um ano disso.”

Entendem o que quero dizer?
Às vezes, para se atingir o objetivo desejado é necessário muita dedicação e nem todos estão dispostos a isso por muito tempo.

Agora vamos trazer isso para uma realidade de uma atividade não “convencional”, porque vamos concordar que quando alguém diz que quer ser médico ou advogado, a sociedade como um todo incentiva e admira aquela pessoa que tanto se dedica para realizar esse sonho.

Mas e se o SER, diz que quer ser pintor, músico, escultor ou até terapeuta holístico e tarólogo (como eu)?
Já ouvi várias vezes, principalmente da minha família, que isso não é profissão. Trabalhar com essas coisas é ser “vagabundo com diploma” e isso é só um hobbie.

E por muito tempo, eu realmente acreditei nisso.
Tive alguns empregos considerados “tradicionais” e de fato levava a questão da tarologia apenas como um hobbie.
Nunca estive de fato feliz em nenhum dos empregos pelos os quais já passei. Mesmo tendo bons salários.

Mas sabe o que sempre falo para vocês: Você atrai pra sua vida o que você vibra...hehe
Pois é...
Eu sempre trabalhei com a magia. Dês de criança (mas essa é outra história), e depois de um certo tempo, passei a fazer magias, para que eu encontrasse um trabalho que eu amasse fazer. E fiquei nessa por uns 2 anos. Fazendo magia atrás de magia, pois eu precisava trabalhar, mas detestava o que fazia. E já tinha passado por muitos empregos.
Foi aí, que fui demitida...

Desempregada, passei a atender um pouco mais de pessoas com o Tarô e com o Baralho Cigano, mas ainda assim, eu não estava bem certa quanto a isso. E arrumei outro emprego que não foi muito diferente dos outros na questão de insatisfação.

Pra mim era tão diferente quando eu trabalhava com o que eu amava fazer que era a leitura de cartas e quando eu tinha que ir para o escritório.
Demorou, mas enfim tomei a decisão e saí do emprego e montei um pequeno espaço exotérico, que não deu certo e eu ainda acabei perdendo todo o dinheiro que havia investido.

Fiquei chateada, claro!
Mas pra mim, aquele era só o início.
Eu resolvi me dedicar ainda mais pra fazer o que eu amava dar certo.

Resovi então ir para a internet, pois eu já não tinha mais capital para montar um espaço físico, mas na internet, é tudo de graça.
E olha que eu sou péssima de tecnologia...hehe
Mas fui me virando daqui e dali e os clientes começaram a aparecer.

Minha gente, não foi fácil.
Cheguei a ter dias em minha casa, onde eu tinha apenas água na geladeira e eu acabava indo dormir mais cedo, pra não sentir a barriga roncar.
O dinheiro que entrava era contadinho para pagar as contas.
Minha família é maravilhosa e sei que se eu pedisse, eles me ajudariam, entretanto, havia muitas criticas e eu queria mostrar que estava dando conta. Afinal, a opinião de todos era unânime que eu deveria procurar um emprego.
Cheguei a ouvir de uma das minhas irmãs que eu não gostava de trabalhar.
Mas ninguém via, que eu ficava muitas vezes a madrugada toda trabalhando, fazendo divulgações, banners para a internet, textos como esse para divulgar meu blog e assim por diante.

E aí eu pergunto: quantos estão de fato dispostos a passar por uma situação parecida, para alcançar o tão sonhado “emprego dos sonhos”?

Por isso eu digo que ter o emprego ideal é possível, sim!
Às vezes, ele vem fácil se você tem quem te dê alicerce para isso. Pais que te paguem a faculdade, ou um marido que te monte um espaço para trabalhar e banque as despesas até as coisas começarem a andar.
Mas e se você está sozinho? Dependendo de você mesmo para fazer as coisas darem certo e ainda sem garantias de nada?
Quantas pessoas de fato se arriscam?

Sem contar que ter o “emprego dos sonhos” não necessariamente significa ter a “renda dos sonhos”.
Eu mesma ainda não tenho... AINDA!
Mas vou ter e não demora nadinha pra isso...hehe

Então, minha gente, borá trabalhar e fazer nosso sonho virar realidade. Mas pra isso, você precisa dar o primeiro passo, pois como já diz o ditado: quem conseguiu é porque um dia tentou.


Um suuuuuuuper beijo!

Thita Oliveira
=(^.^)=



Pesquisar este blog

Cadastre Seu Email


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com