Inscreva-se no YouTube do Baralho Cigano & Magia

Para agendar uma consulta com Baralho Cigano e Tarô, entre em contato pelo WhatsApp: +55 (11) 94889-0815 ou por e-mail: baralhociganoemagia@gmail.com

Magias do dia-a-dia

A Magia está presente na vida de TODOS e o tempo todo. Aprender a lidar com a magia que te cerca, te ajudará a alcançar seus objetivos com mais facilidade, pois O Universo Conspira a Seu Favor!

Dez coisas que os seres das sombras mais gostam que você faça



1. – Que você minta, que não viva a verdade em cada ato, que não faça da vida aquilo que gosta, que procure preponderar os interesses materiais em relação aos conscienciais e que jamais cumpra com a sua palavra.

2. – Que você tenha muita dúvida, que sinta-se inseguro o tempo todo e que não tenha fé na vida, nas pessoas e nas possibilidades que o universo nos oferece.

3. – Que você não estabeleça uma conexão com a Fonte Divina ou Deus. Que você acredite que só se vive uma vida. Em especial que você se concentre em aproveitar a vida no sentido de apenas se divertir o tempo todo, principalmente, que você não dê atenção à evolução do amor e da consciência. Quanto menos você pensar e agir no sentido de realizar a missão da sua alma, que é o propósito da sua existência, mais você agrada os seres das sombras e mais você facilita o trabalho deles.

4. – Que você não se preocupe jamais com os outros. Que não pense em caridade, em bem-estar alheio, em colaborar para a formação de uma sociedade mais digna e elevada. Quanto mais você pensa unicamente nos seus interesses mundanos, mais você agrada e facilita o trabalho das sombras.

5. – Que você jamais perdoe, que sinta muita raiva e desejo de vingar-se das pessoas as quais lhe fizeram mal. Além disso, que você faça valer a sua palavra a qualquer preço, sem compaixão, sem paciência e sem respeito. O tipo de campo de energia produzido por esses sentimentos alimenta muito a força dos seres das sombras, oferecendo a eles alimento, energia e campo de ação para suas investidas nefastas.

6. – Que você jamais estude e que nunca busque o desenvolvimento de seus potenciais. Em especial que você seja acomodado, preguiçoso e sem iniciativa. Quanto menos você cuidar do seu corpo, da sua mente, das suas emoções e do seu espírito, mais você ajudará a facilitar o trabalho das sombras. Quanto mais alienado e cético você for, melhor!

7. – Que você seja fanático, determinista, inflexível, convicto e fascinado. Quanto menos tolerância, equilíbrio, leveza e sensatez você tiver nos seus atos, mais você contribuirá para as estratégias dos seres das sombras.

8. – Que você elimine da sua vida a oração, a meditação e qualquer tipo de prática espiritual. De preferência que você substitua essas práticas por vícios como drogas, álcool, fumo, alimentação desequilibrada, jogos e sexo promíscuo. Quanto mais você abandonar práticas saudáveis, mais você contribuirá para abrir a porta de acesso que liga os seres das sombras até você.

9. – Que a sua disciplina seja muito ruim e que você nunca tenha persistência para seguir seus objetivos, para realizar suas práticas diárias de conexão com Deus e que nunca tenha perseverança em seguir os seus sonhos.

10. – Que jamais acredite na sua intuição e que siga apenas a voz da razão e que não confie em nada, absolutamente nada que não seja comprovado cientificamente ou que não tenha relevância acadêmica. Em especial, que você abandone a sua sensibilidade de perceber as coisas e situações, acreditando apenas no que você vê com os próprios olhos. De preferência, quando situações ruins acontecerem em sua vida, vitimize-se e rapidamente encontre um culpado, que certamente não deve ser você.


Não quer alimentar atitudes que atraiam obsessores ou seres das sombras para a sua vida? Quer construir um estilo de vida que lhe faça feliz? Quer estar em sintonia com as Fontes Divinas?

Então, faça um exame de consciência e elimine da sua vida esses comportamentos citados anteriormente. Eliminando esses erros comuns você certamente dará um importante passo na conquista de uma vida cheia de bênçãos e bem aventurança!


Meus amores, achei esse texto mega legal e por isso resolvi trazer para vocês aqui no blog do Baralho Cigano & Magia. Mas esse texto não é meu, ok.
A fonte é:   http://ocultoreveladoaverdade.blogspot.com.br/

11 MANEIRAS DE ALIVIAR O ESGOTAMENTO PSÍQUICO E ESPIRITUAL

Por Michelle Walling

1. Saia da Mente e vá Para o Coração.

A mente racional só confunde as coisas. O momento AGORA é do coração. Esforce-se para estar no coração em sua meditação, você irá despertar mais do que nunca.

2. Deixe ir o Materialismo e a Programação.

Isto inclui muitas das ferramentas e métodos que você usou no passado para limpar e curar os outros. Perceba quando você está controlando excessivamente o seu futuro, em vez de permitir que as coisas aconteçam a partir da orientação vibracional do seu EU superior. Reconheça a programação destrutiva do eu no passado e primeiro trate-se para que depois você possa ajudar os outros.

3. Reduza a Quantidade de Tempo na Internet e em Frente à TV a Menos Que Seja Altamente Focado de Forma Positiva.

Conforme você se eleva acima da frequência do reino astral, a tecnologia sendo irradiada em você irá afetá-lo cada vez menos, desde que você não se envolva nos baixos tópicos vibracionais e discussões acaloradas.

4. Saia Para a Natureza.

Para fazer isto não precisa estar estressado. Precisamos vibrar pelo menos na crescente frequência da Terra, se não superior.

5. Tome um Banho de Sal Marinho e Bicarbonato de Sódio.

Entidades e formas de pensamento negativas odeiam sal. Envie amor à água do banho e a água em seu corpo. Fale com o seu corpo e os órgãos frequentemente, diga-lhes que tudo vai ficar bem. Eles podem estar em pânico com os recentes picos de energia.

6. Peça Ajuda à Sua Equipe.

Seus guias podem desacelerar as coisas um pouco para ajudá-lo a assimilar melhor as energias. Acima de tudo, peça a sua equipe para ajudá-lo a ajudar a si mesmo em vez de esperar que eles façam as coisas por você. Quando você aprender a fazer isto, você pode ensinar aos outros.

( Nota Stela - eu, algumas vezes, pedi à Presença Eu Sou que tirasse um pouco o pé do acelerador, porque eu não estava aguentando os sintomas  da aceleração das energias em meu corpo físico... e funcionou! rsrs - desta forma, as energias passavam a chegar de forma mais suave.)

7. Reduza o Estresse e Deixe ir a Bagagem Emocional Desnecessária.

Aprenda a reconhecer quando as coisas materiais e as pessoas estão provocando você. Aprenda a deixar fluir dentro e fora de você em vez de reagir da maneira que você estava programado. Eventualmente, quando tender a “perder a cabeça” apenas comece a rir do absurdo ao seu redor. Isto é bom, porque rir irá elevar a sua vibração. Faça as alterações que precisa para se livrar do estresse e da ansiedade.

8. Diga Não às Pessoas Que Querem Que Você Lhes dê Todas as Respostas.

Sem virar as costas para as pessoas, aprenda a lhes dar respostas precisas que as fazem pensar por si mesmas. Podemos estar tirando o seu poder fornecendo as respostas todas as vezes. É tempo das pessoas se intensificarem na essência de quem elas são. Esta nova energia está dando-lhes o impulso inicial de cura vibracional e fornecendo a confirmação para elas das mensagens que recebem.

Então, se concentre em ensiná-las a terminar de se curar e como se conectar com o seu EU superior. Nós não podemos fazer isto por elas e seu compromisso de fazer desta forma é imperativo neste momento. Saiba como adaptar seus ensinamentos para o que as pessoas precisam agora, não o que elas precisavam há um, cinco ou dez anos atrás.

9. Reavalie a Sua Vida, Situação, Local, Trabalho, Relacionamento e a Energia Que Você Vive.

Muitos de nós já fizeram isto, no entanto, pode ser novamente necessário conforme você continua a aumentar a sua frequência.

10. Ame-se e Perdoe a si Mesmo.

Você pode ter escorregado várias vezes ao longo do último ano até se equilibrar de novo quando alguém o fez perder a calma. Apesar da energia ser transferida através de você, não devemos empurrá-la para outras pessoas. Perdoe-se e perdoe aqueles que você empurrou até o limite. Assuma o compromisso de que vai fazer melhor na próxima vez.

11. Levante Sua Vibração.

Se você estiver “explodindo” para fora, você pode ter baixado a sua frequência um pouco. Talvez não tenha percebido o quanto o seu meio ambiente e as pessoas ao seu redor têm afetado você. Faça coisas que você ama e vibre com amor. Trate bem os outros e seja responsável por suas próprias ações e palavras.


Pergunte a si mesmo o que é necessário para aumentar a sua frequência acima da matrix de onde você deve estar como um observador. Esteja no mundo assistindo, não se envolva mais na frequência em torno de você. Rir até não poder mais, é o que é preciso.

OM MANI PADME HUM





Tradução: Recebemos a Jóia da consciência no coração do Lótus. (O Lótus é o chakra).

Significa - Recebemos a jóia da consciência divina, no centro do nosso chakra da coroa.

Avalokitesvara alcançou tão elevado grau de espiritualidade, como se tivesse subido a mais alta montanha. Destas alturas, estava para partir à planos ainda mais elevados, e distantes da terra, quando ouviu um gemido que vinha do inconsciente coletivo da humanidade.

O lamento por sua partida. Seu coração encheu-se de compaixão e Avalokitesvara prometeu ficar neste planeta trabalhando e servindo para evolução  da humanidade.

Este juramento bodhisatva, é feito por todos os Mestres que servem a Luz da Grande Fraternidade Branca. Eles deixam de seguir  as sua evolução em planos superiores, para servir a Luz de seus irmãos ainda encarnados.

Ao recitarmos o Mani Mantra, estamos penetrando a mesma roda metafísica que os Mestres Ascensos e não Ascensos da Grande Fraternidade Branca que estão constantemente empurrando - a Roda da Evolução Espiritual da humanidade.

Este mantra tem sua origem na Índia e de lá foi para o Tibet. Os tibetanos não conseguiram entoá-lo da mesma forma, mudando sua pronuncia para: OM MANI PEME HUNG este é o mantra mais utilizado pelos budistas tibetanos.

Qualquer pessoa pode entoá-lo. Estando feliz ou triste, ao entoar o "Mani Mantra", uma espontânea devoção surgirá em nossa mente e o grande caminho será fortemente realizado.

O mantra OM MANI PADME HUM, é fácil de pronunciar e poderoso pois contém a essência de todo o ensinamento.

Muito tem sido escrito sobre este mantra e é impressionante que apenas seis silabas possam atrair tanto comentário importante.

De acordo com Dalai Lama, o propósito de recitar este mantra é transformar o corpo impuro de suas palavras e mente, no puro e louvado corpo, palavra e mente de um Buda.

O som de cada silaba é visto como tendo uma forma paralela espiritual.

Fazer o som de cada silaba portanto, é alinhar a si mesmo com aquela qualidade espiritual particular e para se identificar com isto.

Existe também um grande numero de outros beneficio que resultam da repetição deste mantra, incluindo a produção do mérito e destruição do carma negativo.

OM - A primeira silaba, recitá-la o abençoa para atingir a perfeição na pratica da generosidade.
MA - Ajuda a aperfeiçoar a pratica da ética pura.
NI - Ajuda a atingir a perfeição na pratica da tolerância e paciência.
PAD - Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da perseverança.
ME - Ajuda a conquistar a perfeição na pratica da concentração.
HUM - Ajuda na conquista da perfeição na pratica da sabedoria.

A senda das seis perfeições é a senda de todos os budas. Cada uma das seis silabas elimina um dos venenos da consciência humana.

·        OM - Dissolve o orgulho
·        MA - Liberta do ciúme e da luxuria.
·        NI - Consome a paixão e os desejos
·        PAD - Elimina a estupidez e danos.
·        ME - Liberta da pobreza e possessividade.
·        HUM - Consome a agressão e o ódio.

Os mantras são freqüentemente, os nomes dos budas, bodhisattvas ou mestres e que o compuseram. Os mantras são investidos com um infalível poder de ação, de forma que a repetição do nome da deidade, transmite as qualidades de sua mente. O nome é idêntico a deidade ou essência da deidade que o compôs e com ele presenteia a humanidade dando a seus irmãos a essência de tudo aquilo que ele atingiu em muitas vidas de esforço e sagrado oficio. Dando o glorioso resultado de seu momentum de sabedoria.

Ao recitar este mantra, o meditante também pode conseguir as qualidades do Chenrezig, o bodhisatva da compaixão, conhecido na tradição Mahayana como Avalokitesvara.


O mantra OM MANI PADME HUM, chamado de mani mantra, levanta algumas traduções misteriosas. Diz a tradição que este mantra significa o nome  Chenrezig. Contudo, Chenrezig não tem nome, mas ele é designado por nomes. Estes nomes são a taça para a compaixão a benção e a força que ele derrama. Portanto este é apenas um dos nomes de Chenr.

Lilith




No ano de 325 d.C foi realizado o I Concílio de Nicéia, presidido pelo imperador romano Constantino. O Concílio teve como objetivo reunir bispos de todas as regiões onde em que havia cristãos para discutir e definir temas fundamentais do Cristianismo, tais como a data da Páscoa, e se Cristo era um ser criado (doutrina de Arius) ou não criado, e sim igual e eterno como Deus Seu Pai (doutrina de Atanásio). Além de condenar, rejeitar e retirar da Bíblia os chamados evangelhos apócrifos (ou gnósticos), aqueles que, segundo o Concílio foram escritos sem a “inspiração Divina”por irem contra os dogmas estabelecidos pelos bispos.


Vários evangelhos originais daquela época, que deveriam estar na Bíblia, foram retirados. Tais como o evangelho de Maria Madalena, Tomé, Judas, Jesus e Gênesis II. Foi decidido que no Concílio de Nicéia que esses evangelhos deveriam ser destruídos, mas nem todos foram. Em 1945, próximo à cidade de Nag Hammadi (Egito), 52 cópias de textos antigos, chamados de evangelhos gnósticos, foram encontradas em 13 códices de papiro envoltos em couro (livros escritos à mão). A igreja católica rapidamente tratou de considerá-los falsos, mas apropriou-se deles, trancafiando-os nos cofres do Vaticano. Estranho, não é?

Em um desses evangelhos, está a história de Lilith, a primeira mulher de Adão – que veio antes de Eva. A história conta que no início Deus criou Adão e Lilith, ambos do pó. Entretanto, Lilith não aceitava a condição de ser submissa a Adão, até porque eram feitos da mesma matéria. Então conheça agora a história de Lilith: a primeira mulher de Adão.
“Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual” disse Lilith ao Todo Poderoso, o qual retrucou que era assim que Ele havia feito, e assim continuaria. Lilith então se rebelou, e decidiu abandonar o Jardim do Éden.

Adão, agora solitário e muito triste, suplicou a Deus “Soberano do universo! A mulher que você me deu fugiu!”. Deus enviou então três anjos para trazê-la de volta: Sanvi, Sansavi e Samangelaf. O nome de tais anjos ainda integram o folclore europeu, e muitas pessoas penduram placas na porta de casa com os nomes desses anjos para ‘afastar o espírito de Lilith’.

Os anjos Sanvi, Sansavi e Samangelaf voltaram então dizendo que Lilith havia se recusado a voltar. Foi quando Deus fez outra mulher para Adão, dessas vez de sua costela, para não correr o risco de que essa também se rebelasse.

Há trechos na Bíblia que conhecemos que dão pistas sobre a existência de Lilith. Em Genêsis 2:23, está escrito “E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.” Há variações na tradução em que ele diz “esta sim é osso dos meus ossos”, como se houvesse existido outra mulher antes dela que não fosse feita dele.

Lilith está presenta em várias culturas, e sua história é muito conhecida no meio hermético judaico. Ela também é estudada em diversas obras da literatura. Lilith aparece como um demônio noturno na crença tradicional judaica e islâmica, e como um espírito feminino vingativo em outras culturas como a hebraica.                        
[07:12, 4/10/2016] Recanto da Bruxa: Lilith....
No ano de 325 d.C foi realizado o I Concílio de Nicéia, presidido pelo imperador romano Constantino. O Concílio teve como objetivo reunir bispos de todas as regiões onde em que havia cristãos para discutir e definir temas fundamentais do Cristianismo, tais como a data da Páscoa, e se Cristo era um ser criado (doutrina de Arius) ou não criado, e sim igual e eterno como Deus Seu Pai (doutrina de Atanásio). Além de condenar, rejeitar e retirar da Bíblia os chamados evangelhos apócrifos (ou gnósticos), aqueles que, segundo o Concílio foram escritos sem a “inspiração Divina”por irem contra os dogmas estabelecidos pelos bispos.


Vários evangelhos originais daquela época, que deveriam estar na Bíblia, foram retirados. Tais como o evangelho de Maria Madalena, Tomé, Judas, Jesus e Gênesis II. Foi decidido que no Concílio de Nicéia que esses evangelhos deveriam ser destruídos, mas nem todos foram. Em 1945, próximo à cidade de Nag Hammadi (Egito), 52 cópias de textos antigos, chamados de evangelhos gnósticos, foram encontradas em 13 códices de papiro envoltos em couro (livros escritos à mão). A igreja católica rapidamente tratou de considerá-los falsos, mas apropriou-se deles, trancafiando-os nos cofres do Vaticano. Estranho, não é?

Em um desses evangelhos, está a história de Lilith, a primeira mulher de Adão – que veio antes de Eva. A história conta que no início Deus criou Adão e Lilith, ambos do pó. Entretanto, Lilith não aceitava a condição de ser submissa a Adão, até porque eram feitos da mesma matéria. Então conheça agora a história de Lilith: a primeira mulher de Adão.
“Por que devo deitar-me embaixo de ti? Por que devo abrir-me sob teu corpo? Por que ser dominada por ti? Contudo, eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual” disse Lilith ao Todo Poderoso, o qual retrucou que era assim que Ele havia feito, e assim continuaria. Lilith então se rebelou, e decidiu abandonar o Jardim do Éden.

Adão, agora solitário e muito triste, suplicou a Deus “Soberano do universo! A mulher que você me deu fugiu!”. Deus enviou então três anjos para trazê-la de volta: Sanvi, Sansavi e Samangelaf. O nome de tais anjos ainda integram o folclore europeu, e muitas pessoas penduram placas na porta de casa com os nomes desses anjos para ‘afastar o espírito de Lilith’.

Os anjos Sanvi, Sansavi e Samangelaf voltaram então dizendo que Lilith havia se recusado a voltar. Foi quando Deus fez outra mulher para Adão, dessas vez de sua costela, para não correr o risco de que essa também se rebelasse.

Há trechos na Bíblia que conhecemos que dão pistas sobre a existência de Lilith. Em Genêsis 2:23, está escrito “E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.” Há variações na tradução em que ele diz “esta sim é osso dos meus ossos”, como se houvesse existido outra mulher antes dela que não fosse feita dele.


Lilith está presenta em várias culturas, e sua história é muito conhecida no meio hermético judaico. Ela também é estudada em diversas obras da literatura. Lilith aparece como um demônio noturno na crença tradicional judaica e islâmica, e como um espírito feminino vingativo em outras culturas como a hebraica.

Seja Sua Maior Prioridade



Você só necessita de 5 minutos para se observar, sentir o que precisa ser transformado, querer muito mais do que reclamar, dar um passo além da mesmice em que se mantém estacionado.
Nada é difícil, criamos rótulos, limitamos nossa capacidade por medo.

As mudanças assustam à muitos, por criarmos obstáculos na imaginação entristecemos.
Veja, a vida é energia, você só precisa de uma dose de "decisão" e será levado ao necessário para seu crescimento.

Ouse mais, enxergue a sí mesmo.
Morremos todos os dias para o refazimento.
5 minutos de reflexão e gratidão, esse será o portal de abertura para sua consciência, tente, crie, acredite, tudo muda se você se transformar.

Seja a sua maior prioridade.


Gratidão 

SABEDORIA DOS ANJOS

Paciência....                       
com Sharon Taphorn



Mantenha a Fé
Não se preocupe com o que o futuro traz ao seu caminho. Em vez disto, concentre-se no agora e encare o futuro com esperança e otimismo. Você tem grande poder dentro de você e pode dar todos os passos necessários ou fazer alguns planos de longo prazo.

Confie que o caminho à frente será iluminado para você seguir. Às vezes, um salto de fé é necessário, pois isto o ajuda a aprender a confiar em si mesmo e quando você se expandir para além da sua zona de conforto, você irá evoluir de várias maneiras.

Há uma solução para todos os desafios que você possa estar tendo. Busque a orientação e a ajuda dos seus anjos, tanto humanos quanto etéricos. Faça alguns planos, peça ajuda e permita. Estas são as chaves para a criação.

Confie que todas as coisas estão se revelando como devem e mantenha firme o pensamento de que tudo sairá bem, que tudo será fantástico além de seus sonhos mais extraordinários.

O Mantra para hoje é: “Confio no poder dos meus sonhos, em meus pensamentos e intenções. Minha vida é maravilhosa e abundante em todos os seus gloriosos aspectos!”

E assim é.

Você é eternamente amado e apoiado, sempre

Os Anjos e Guias 
Para refletir...

Quando é que nós erramos...

Erramos quando usamos diariamente aquela toalha manchada... rasga e feia em nossas mesas no dia a dia. E quando temos visitas usamos a melhor toalha.

Erramos quando fazemos de tudo pelos outros e por nós mesmos... nada.

Erramos quando carregamos aquela pessoa mala nas costas, pensando ser amizade... e no final era somente interesse. 

Erramos quando não conseguimos dizer não para aquilo que não nos agrega em nada.

Erramos quando em nossas casas tomamos água em copos de requeijão. Para usar os copos novos somente quando tem visitas...

Erramos quando usamos o lençol rasgado e só usamos os bons  quando tem alguma data em especial.

Erramos quando guardamos o que não precisamos e geramos lixo. Ao invés de algo útil.

Em todas as opções acima, pode observar que damos o melhor para os outros e menos para nós mesmos. Quer que as coisas mudem? 

Mude primeiro... mude antes de cobrar a mudança no mundo.
De nada adianta chocar-se com inundações, se você é um que joga lixo no chão. 

Não adianta ficar chocado com acidente de trânsito,  se você é um que não usa cinto.

A maior parte dos problemas é gerado por maus hábitos. 
Mude!
Melhore!


Quando você muda o mundo muda.

O que é o Dia 999?



Meus amores, peguei esse texto na página de um amigo (Cuca Duarte), mas não sei a origem.
Eu havia feito um texto meu, mas este está mais completo, por isso quis colocá-lo, mas não é de minha autoria, ok.

a: ⁠⁠⁠SEXTA FEIRA VIBRAÇÃO 09/09/2016 = 9/9/(2+0+1+6=9) que somando da 27 (2+7) q da 9 !!
Sexta regida por Ossa kkkkkk


PORTAL 999 chamado o portal da Chegada da Era da Consciência, o último portal da transição planetária, encerramento do final do ciclo da Era de Peixes(Dualidade) para (suposta) Era de Aquário segundo a consciência cósmica Fraternidade Branca  Mestres Ascensos é  o momento de abrir mão de muitas coisas, de deixar aquilo que não serve mais para você para trás é o inicio da liberdade enquanto consciência, desapego e amor,  Das 9:09 hs até as 18:18 hs abre-se um portal de amor, o amor muito mais que um sentimento é uma energia, essa energia é a energia da cura, da cura universal, podemos prosperar nele, podemos nos harmonizar infinitamente no amor é dessa energia q tudo prospera. Essa abertura representa um renascimento para o interior, um olhar para os valores da alma, do espirito, do ser humano enquanto divino, um entendimento de consciência ao amor por nós mesmos, amor pela sagrada mãe Terra, por todo sagrado que existe em nós e a nossa volta, por toda vida planetária. 

A expansão e proteção que recebemos neste portal de codificação sera enorme. Significa q chegou na sua plenitude o momento de deixar aquele seu velho eu para trás e se abrir a sua verdadeira essência. Chegou o momento de executar a sua missão de vida. De realizar aquilo que você se programou como semente estelar e ser de luz que você é. Existe também a correspondência do 999 ( 09/09/2016 ) A TRISKLE DA PROTEÇÃO(trip  nove)  pq o Universo é matemático formado por códigos e números. e a  TRISKLE q é simbolo celta rep o numero 3 (sagrado)  enseja 2 direções de forças, primeira direção no sentido horário que é da prosperidade (crescimento de situações positivas) e banimento( situações que vem penduradas na sua vida mas q já não lhe servem), e no sentido anti horário a força da expansão e proteção, ou seja havera proteção de crescimento  para tudo que for iniciado nessa fase. 

Não importa para que lado vibre ambos são positivos, o 9 tem uma vibração de encerramento, de conclusão, então quando ele se apresenta numa sequencia onde se repete  3, (999) significa que não há mais meios de manter as estagnações na nossa vida, o mais ou menos já era, o meio termo tende a desandar e é hora de deixar ir, de abrir caminhos, de traçar caminho ao que realmente grita o nosso interior. Não existem rituais que se possam fazer no dia de hoje, basta olhar para dentro, buscar caminhos internos de fortalecimento aceitar a finalização do q não o esta pleno e partir para a ação.  

Estamos entrando na Era da Consciência, trazida pela era de aquário, e nessa era o que faz sentido é o sentir, é a gratidão, a liberdade, o amor, a honestidade com o que se sente, é o derrubar da mascara para nos mostrarmos como somos, como sentimos e o que queremos sem conveniências, liberdade para sentir e para ser...  embora haja uma vibração do amor universal a liberdade pessoal e o desprendimento serão expressivos, é hora de realizar seus mais expressivos desejos..  Nesta Era da Consciência e da  Liberdade,  poderemos ser verdadeiramente Livres para expressar nossa Luz  e nossa sombra, manifestando o que obscurece nossa alma para assim clarear de vez as sombras e ficarmos nas transparências. 

Antes de qualquer coisa viva de acordo com a sua consciência e não com o recomendável, q abra-se o portal com toda luz q o nosso planeta merece. Vida Nova, boas energias que tudo flua para o bem de todos os seres vivos e espirituais, que a paz, a sabedoria, a harmonia, o amor em todas as suas nuances se instalem na sua vida!

As 7 Leis do Universo



LEI DE CAUSA E EFEITO:
Tudo o que você pensa, fala e faz, volta pra você.
Cada palavra, pensamento ou ação enviam para o universo ondas eletromagnéticas fazendo com que se tornem realidade.

LEI DO RETORNO:
A Lei do Retorno é muito justa:, você pensou em algo e esqueceu, ou e não classificou esse “algo” como ruim, acaba causando o desmembramento de outros fatos igualemnte ruins.
Tudo o que se pensa, fala e faz, tem retorno ruim.

LEI SEMELHANTE ATRAI SEMELHANTE:
Cada vez que você envia energias- boas ou más - para o universo, está atraindo energias semelhantes à sua. Tudo que acontece ao seu redor, você é responsavel, inclusive os acidentes, pois as vibrações estão na mesma freqüência.

LEI DO SILÊNCIO:
Cada vez que você critica alguém ou faz comentários sobre briga de vizinhos, sobre assaltos, problemas pessoais ou ciúmes, aumenta a energia negativa que acaba somatizando nos corpos sutis até chegar ao corpo físico, seja como doenças, acidentes, etc.
É preferível se calar a falar palavras negativas.

LEI DA PROJEÇÃO:
Essa lei ocorre quando você se projeta, inconscientemente, no outro. Por exemplo: alguém tem uma qualidade que você admira. É porque você tem essa mesma qualidade guardada no seu subconsciente.
O mesmo acontece quando você não gosta de determinado comportamento ou defeito de uma pessoa, significa que você tem o mesmo comportamento ou defeito dentro de si mesmo e, como não consegue identificá-los, se projeta no outro.

LEI DA DOAÇÃO:
Serve para movimentarmos as nossas energias e assim atrair a prosperidade. Você precisa doar-se para que essa energia de “doação”, que pode ser qualquer tipo, transforme as vibrações negativas em positivas.

LEI DO DISTANCIAMENTO:
É a compreensão de que nada nos pertence, nem mesmo as pessoas de nossa família (pai, mãe, filhos), amigos, animais domésticos e bens materiais. Tudo é passageiro em nossa vida, inclusive o nosso corpo físico. Devemos amar e estar presentes em tudo que está a nossa volta, porém devemos nos conscientizar, com sabedoria, do desapego amoroso.

Amar é estar presente, mas consciente das Leis do Universo, para não nos deixarmos abater emocionalmente.

Elementais do Ar - Fadas



Os elementais do Ar possuem energias femininas e masculinas, mas as fadas, são os elementais do ar mais conhecidos.

Além das fadas, temos também os Silfos e os Elfos.

Os Silfos são responsáveis pelos furacões e redemoinhos de vento e a cor que representa o elemento ar, é a cor amarela.



Há algumas tradições que defendem a idéia de que todos os elementais são fadas, pois todos vibram na energia do País das Fadas. Outras vertentes já acreditam que cada um tem sua própria energia.



Dentro do País das Fadas, existem 6 rainhas.

Estas rainhas, dividem o reinado de acordo com a Roda do Ano.

Temos o reinado da Luz, onde reinam 3 rainhas da ordem e o reinado das Sombras, onde reinam 3 rainhas do caos.



O reinado da Luz, se dá na Primavera e no Verão.

Já o reinado das Sombras, se dá no Outono e no Inverno.



Rainhas da Ordem





  • Aisling - Rainha Donzela, que atua na Lua Crescente
  • Aine - Rainha Mãe, que atua na Lua Cheia
  • Titânia - Rainha Ansiã, que atua na Lua Minguante 




Rainhas do Caos





  • Aeof - Rainha Donzela, que atua na Lua Crescente
  • Leanashe - Rainha Mãe, que atua na Lua Cheia
  • Maev - Rainha Ansiã, que atua na Lua Minguante 




Vale ressaltar que as fadas, assim como qualquer outro elemental, não são boas nem más. Trabalham apenas pelo equilíbrio da natureza e do planeta.



No caso das fadas em especial, elas gostam muito de flores, perfumes, músicas instrumentais (em especial instrumentos de sopro) e coisas bonitas e harmoniosas de modo geral.



Trabalhar com as fadas é muito gostoso. Mas cuidado ao chamar as fadas do caos, pois elas realmente trazem essa energia.



Para chamar as fadas para sua casa e sua vida, mantenha sempre esses elementos a sua volta. Vasos com flores perfumadas, musicas instrumentais, etc.





Baralho Cigano & Magia

O Universo conspirando a seu favor!



Thita Oliveira

O Fio da Vida



SUDIJE, Sudice, sudike ou Rodzanice são as senhoras eslavas do destino, tecelãs da vida e história dos homens. Em uma das versões de seu mito, conta-se que são três e que juntas tecem a sina dos homens ao nascer, utilizando-se de uma roca.

Quando uma criança vem ao mundo, as Sudije visitam-na enquanto dorme e predizem seu futuro, suas mazelas e benesses. Logo após o parto, é costume ofertar um banquete e ouro, se possível, no intuito de agradá-las para que tragam boa sorte à criança. Elas a visitam em suas três primeiras noites de sono, sendo a última àquela que determina o fim da vida.

Alguns as veem como sendo uma única divindade, esposa de Rod, Deus da família e ancestralidade, o patriarca dos Deuses eslavos.
Na Grécia, as responsáveis por tecer o destino são as Moiras, estando a existência de Deuses e homens subordinada ao seu ofício. São elas: Cloto, aquela que puxa o fio da vida; Láquesis, que enrola o fio e sorteia os acontecimentos da história e Átropos, que determina o fim desta.

Por conta dessas crenças bastante similares entre os povos dos Bálcãs, é costume de muitos, não só de bruxos e ciganos, fazer uma oferenda de pão e vinho para as três fadas do destino logo após o nascimento de um rebento. Também é tradição preparar um banho contendo ervas de bom agouro e ouro, algumas famílias para tal ato reúnem todas as suas joias, simbolizando assim a partilha com o recém-nascido de saúde e fortuna.


Edson Cardozo e Mauricio Melo.
Taverna Celta.
[Bruxaria dos Bálcãs]


Pensamentos são Seres Vivos



Consciente ou inconscientemente estamos criando pensamentos. Muitos destes adquirem vida própria (por se tratar de energia vibracional), e, por não serem programados e governados adequadamente, se tornam errantes, gerando verdadeiro caos de obssessões e destruição da pessoa-emissora, pessoa-alvo e coletividade.

Quando andamos na rua,captamos inúmeros pensamentos de várias pessoas.Por viverem na ignorância,a maioria não sabe discernir quais pensamentos são seus e quais lhe foram apenas captados.
Por isto,os grandes mestres treinam seus discípulos para dominar sua mente..um discípulo treinado,passa a usar sua mente de formas que um ser humano comum nem pode imaginar...

. Ao andarmos pelas ruas, ao adentrarmos no ambiente de trabalho, ao estarmos em locais estranhos, podemos sofrer
ataques de formas-pensamentos que nos são emitidas. Sentimos mal estar súbito e não sabemos porque. Atribuímos a alguma disfunção física. Mas sabemos que isto é a consequência de um desarranjo energético. A causa provável pode ser a emissão de um ser artificial, criado mentalmente para nos atingir.

Quando você pensa algo ruim,a forma energética do pensamento passa a flutuar pelo ambiente externo,muitas vezes se juntando,por afinidade vibratória com outros pensamentos iguais,de outras pessoas também raivosas...cria-se assim,verdadeiros demônios,que podem gerar conflitos,crimes,dar incentivo a um ser perturbado cometer um crime,etc...e..você,pelo seu acesso de raiva,ajudou a criar tais eventos violentos no mundo..Onde existe tumulto,lá estão as entidades dando força e coragem para pessoas cometerem atrocidades..

Somos co-criadores...sempre...
Várias pessoas num ambiente pensando igual(como numa empresa,num estádio de futebol,numa escola,etc),formam uma grande forma-pensamento coletiva...esta forma depois de criada,passa a contagiar qualquer pessoa que entre nesta egrégora,é o que se diz: Fui contagiado pelo ambiente,entrei no clima,etc..

Uma pessoa que medita,numa casa,acaba criando formas-pensamento que tranquilizam todas as demais da casa..

Um pensamento recorrente que você tenha,cria traços de personalidade,vícios,e até doenças psicológicas..
Se você se habitua a pensar e visualizar coisas positivas,você cria formas-pensamento que ganharão força e trarão a materialização do que você deseja na vida..
Pensamentos se tornam seres vivos,chamados de entidades (formas-pensamento)semi-inteligente,com missões programadas pela vontade de seu emissor..
Pensamentos podem edificar ou destruir..Mas,sempre estarão ligados ao seu criador,de modo que,ao pensar o mau para alguém,você,inevitavelmente também sofrerá com tal mal.


Uma pessoa que sempre reclama,terá cada vez mais motivo para reclamar.Beberá de seu próprio veneno.e ainda culpará os outros,pelas suas desgraças,por total ignorância!

Aprendendo com os Sonhos



O que para alguns são simples imagens desconexas  para outros são mensagens importantes, passagens para outros mundos e visões do passado e do futuro. Se prestar um pouco mais de atenção, você poderá ver os mundos que os cercam através de seus sonhos.

Há vários tipos de sonhos e, para aprender a interpreta-los, é interessante saber diferenciá-los.


SONHOS DE EFEITOS FÍSICOS:
São sonhos diretamente ligados a sensação físicas ,como por exemplo dormir em cima do braço e sonhar que ele está sendo esmagado, ou sonhar que está na Antártida e perceber que seu ar condicionado está no máximo sendo que na verdade, foi só o seu cobertor  que caiu no chão. 
Inclui-se nessa categoria os sonhos com sons causados por ruídos externos, com uma música no visinhov, vozes na cozinha latidos de cachorros ou aviões e carros que passam na rua.


SONHOS INDIGESTOS
Ignore os sonhos que você tem depois de comer .Geralmente não querem dizer nada .O Mesmo vale para os sonhos com comida farta se você está numa dieta rigorosa (aproveite pra comer bastante nesse sonho, já que no Plano astral você não engorda...rsrsrs)


SONHOS RELACIONADOS
Não considere os sonhos como depois de um choque ,uma grande tristeza, uma febre ou doença.
Também devem ser desconsiderados os sonhos relacionados a filmes, programas de TV, livros, pessoas ou situações que estiverem em grande evidência na sua vida durante o dia.
Esse tipo de sonho, também é chamado "sonhos entulho".


SONHOS DE INSTRUÇÃO
Cada noite você tem pelo menos um sonho de instrução, onde você aprende alguma coisa importante para o seu desenvolvimento pessoal e seu crescimento.
Geralmente acontece entre 2 e 5 da manhã, mas isso não é necessariamente uma regra, pois sonhos não tem hora para acontecer e pode vim num cochilo depois do almoço, ou num profundo sono à meia-noite...


SONHOS PROFÉTICOS
São mensagens do mais alto nível da alma, vindas de DEUS através de seus Mensageiros.
Você pensará que está desperto, no entanto está dormindo. 
Pode trazer uma mensagem pessoal importante ou uma verdade universal. 
É sempre uma experiência fantástica.


SONHOS INSPIRAÇÃO:
São sonhos em que aparecem as soluções procuradas para um problema, uma ideia brilhante, uma verdadeira inspiração.
Muitas vezes surgem em forma de vozes em nossa mente. São verdadeiros sopros dos Anjos.


SONHOS PRECOGNITIVOS:

É um vislumbre de algo do futuro, diferente do Déjà vu, pois em geral diz respeito a outras pessoas, ele traz uma sensação especial e, quando aprender a reconhecê-lo, saberá quando a interpretação devera ser simbólica ou literal.


Sonhar é bom demais, né...

FENOUIL - GNOMO - JULHO/2016 IMPESSOAL E POVOS DA NATUREZA



Eu os saúdo, humanos da superfície. Antes de mais nada, estou extremamente feliz por poder expressar-me com vocês. De modo que, se vocês o querem, conheçamo-nos.
Eu sou o chefe de um povo de gnomos estabelecido bem perto de onde vocês estão. Meu nome, porque tenho um, não convida a nenhum comentário.

Chamam-me Fenouil, o que não tem nada a ver, eu esclareci no início, com a sua planta presente sobre a terra.
O significado não tem nada a ver com o nome de uma planta, de fato, poderiam dizer que eu sou o dirigente deste povo.
O que venho dizer a vocês não se refere diretamente a este povo que dirijo, mas aos gnomos em seu conjunto.
Como talvez vocês saibam através de alguns livros que nos descreveram ou têm falado de nós, temos sensivelmente a mesma forma que vocês, mas não somos tão gigantescos, e diria, somos um pouquinho maior que vocês. Nós trabalhamos a terra.
Estamos no interior de corredores , em cavidades, que organizamos.

Apesar de nossa forma que se assemelha à de vocês, não somos de sua dimensão e de jeito nenhum participamos do confinamento.
Estamos aqui desde há muito tempo, idênticos ao que somos.
O que me foi pedido para comunicar a vocês, se refere a elementos, não tanto sobre nossa organização de vida ou sobre nosso modo de vida, que também não convida a nenhum comentário, mas somos, aqui, nesta terra em todo caso, uma espécie de guardiães da Terra.
Não temos nada a ver, aliás, com os povos intraterrestres, ainda que vivamos com frequência nas entranhas da Terra, frequentemente com outros povos da natureza ao nosso redor, e se é possível, afastados de suas cidades, seus centros urbanos ou suas casas.

Em que podemos ser-lhes úteis? Porque vivendo em outra dimensão e, no entanto, assentados na dimensão na qual vocês vivem, nosso papel é bem mais o de viver e desfrutar da terra.
Vocês sabem, houve, em numerosos períodos desta terra, habitantes vindos de muito longe, em termos dimensionais ou em termos de espaço, que têm fecundado ou têm vivido na superfície desta terra, desde tempos muito longínquos, quando, digamos, não tinha o confinamento no qual vocês vivem.
Somos seres sexuados, como vocês, ainda que nossas características físicas primárias e secundárias não tenham nenhuma relação com a utilização que vocês fazem disso.
Em general preferimos permanecer entre o que vocês nomeiam os “varões” ainda que nossas parceiras, pra não dizer esposas, nunca estão muito longe.

Nós trabalhamos a terra para nosso prazer antes de qualquer coisa. Esculpimos a terra, um pouco como o fizeram outros povos, mas à nossa escala.

Criamos; somos criadores, não de mundos, mas criadores de formas, aqui mesmo na terra, e esculpimos a Luz e a materializamos no interior das formas.
Assim como vocês, somos seres de amor; temos, não obstante, algumas especificidades que refletem, diria eu, nossa sensibilidade. Primeiro somos extremamente francos.
Não tergiversamos as coisas, vamos diretamente ao essencial em todas nossas atividades, nas relações entre nós, com os demais povos da natureza e também agora com vocês, já que os povos da natureza se revelaram progressivamente, desde há já algum tempo, mas de maneira mais tangível para vocês há pouquíssimo tempo.

Em que podemos ser úteis a vocês? Lembrem-se, nossa função primeira, é desfrutar da terra através da criação no interior da terra.

Nós cristalizamos, se preferem, a matéria em formas, em... como diríamos, como glifos, creio, vocês chamam-no hieroglifos, isto é, traçamos circuitos que estão no interior da Terra, circuitos de ressonância com a Luz.
Por analogia, creio que podem assemelhá-lo, por exemplo, aos Gigantes que esculpiram os Círculos de Fogo.
Nossa ação, para nós, não se inscreve em nenhum prazo, mas que se realiza incansavelmente, porque tal é nosso prazer.
Nós temos, podemos dizê-lo, uma verdadeira maestria na forma, por nossa atividade principal e também por nossa constituição e nossa, como vocês dizem, filiação.

Em que podemos ser-lhes úteis durante este período? Pois, começando por permitir à Luz esculpir seu corpo de Eternidade e ao mesmo tempo moldar, se posso dizê-lo assim, e não esculpir, seu efêmero de acordo e em ressonância com a Luz que é, agora, para vocês, cada vez mais acessível e mais visível.

Para encontrar-nos, ainda que alguns de vocês já o tenham feito, aqui ou em outras partes, gostamos do que se come, e nos entusiasmamos particularmente com o que vocês nomeiam, creio, as bolachas, quaisquer que sejam, mas preferimos as bolachas duras às macias.

Estamos acostumados ao que é duro, no sentido em que vocês entendem, isto é, muito material e muito denso. Nós temos a ver com isto e também somos portadores disso.
Gostamos destas oferendas levadas até nossos lugares, à beira de nossos lugares, ou nos locais onde dispomos de relé possíveis.
É talvez, bem mais difícil nos encontrar, de nos detectar, já que não deixamos nada na superfície e que tudo ocorre na rocha, ainda que saiamos desta rocha quando anoitece.
Efetivamente, a Luz que condensamos nas formas, é suficiente para nos iluminar e propriamente dito, nós não precisamos dos raios do sol ou a luz do dia, porque, o que criamos e o que somos, é já luminoso do interior, e do exterior.

Em que pode servir a vocês nos encontrar? Eh, bem, como eu disse, para moldar sua forma e para preparar para a mudança de forma, justamente, ou seja, ser esculpidos ou moldados em alguma outra forma no momento em que sua cápsula, isto é, seu corpo físico, já não terá razão de ser, que seja aqui ou em seus mundos, aqueles aonde vocês irão para explorar ou viver no seio da Liberdade.

Além dos alimentos também gostamos das pedras negras, e tenho que dizer que uma pedra em especial nos agrada muito, nos encanta muitíssimo porque é uma perfeição da Luz condensada e que chamamos o « granate negro », e, sobretudo, que não tenha sido transformado por suas mãos, ou por suas ferramentas. Portanto, apreciamos os biscoitos duros, as bolachas duras e estas pedras.

De fato, podem entrar em ressonância conosco com mais facilidade nos levando uma destas pedras, ou singelamente levando-a com vocês.

Encontrar-nos é reencontrar a densidade da Luz e sua força, já não somente ao nível de sua consciência ou de seus invólucros sutis, mas diretamente em sua carne. De certo modo, seríamos, talvez, para vocês, neste período, estabilizadores da Luz.
Conosco não é uma questão de leveza, é uma questão de rigor, de uma verdadeira forma de rigor da matéria, e atuamos por sintonia e com diversas ferramentas, se posso dizê-lo assim, invisíveis para vocês, hein.

Tranquilizem-se, não há, como poderiam o imaginar, nenhum martelo ou nenhuma ferramenta metálica tal como conhecem.
Mas conseguimos moldar a Luz e estruturá-la em função do que poderiam chamar, ao nível de seu corpo, de linhas de menor resistência à Luz, e creio que foi chamado de Portas, de Estrelas, etc...,isto é, os pontos em seu corpo que são aptos mais que em outras partes, até agora, para digerir, de certo modo, a Luz que os alimenta e que vocês são.

Um contato conosco vai reforçar o elemento Terra e tudo o que está relacionado, pois, com o Triângulo da Terra, ao que se assenta em vocês, à estabilidade.
Somos exatamente o oposto das ondinas, que respeitamos e amamos como a nós mesmos, bem como os dragões ou os elfos e qualquer vida.

Mas, nossa função, porque é uma, é a que lhes falei, com relação a vocês, durante nossos possíveis encontros, atuamos diretamente sobre sua matéria, é claro, se temos o acordo da Luz, mas, de qualquer maneira, atuamos em sinergia com a Luz que já percorre vocês.

Não podemos dar a vocês mais luz do que já são portadores, nem sequer as partículas adamantinas que estão ao seu redor, mas podemos, com nossas ferramentas, esculpir, de certo modo, estes lugares onde recebem a Luz e permitir, aí também, que esta não encontre nenhuma resistência e se estabeleça de maneira fluída.
Em razão da adesão de sua consciência a este corpo, é claro, a ação sobre o corpo terá uma ação sobre a Luz e sobre sua consciência, ainda que, eu repito, não atuemos sobre a Luz e não atuemos diretamente sobre sua consciência; respeitamos com isto seu confinamento. De fato, não poderia ser de outra maneira.
Se vocês têm a necessidade de estarem mais estáveis, de uma maneira ou outra, se vocês têm a necessidade de ver concretamente algo mudar em seu corpo, ou harmonizar, não somos médicos, eu os lembro, mas nós temos a possibilidade de atuar diretamente, por exemplo, sobre tudo o que é pesado e denso em vocês, que sejam as cristalizações, que sejam os nós, que seja sua estrutura óssea; tudo o que permanece em seu lugar, inclusive com seus movimentos, é acessível a nossa ação, com nossas ferramentas.

Não posso dar a vocês mais explicações a respeito destas ferramentas, mas fiquem tranquilos, elas fazem parte da Luz autêntica e vocês não experimentaram nenhuma deformação, nem pelo uso, nem pelo desgaste, nem sequer pelo confinamento.
Eu esclareço que é preferível não nos pedir nada. Fazemos o que devemos fazer e não o que querem que façamos. Em todo caso, desde que seja possível pelo que observamos em sua estrutura, através de sua forma e através dos pontos focais da Luz que se acumulam em vocês em determinados lugares.

Não há que emitir nenhuma intenção, nem de uma maneira ou outra nos impor nenhuma finalidade. Se vocês vêm a nós, não podemos nem ir a suas casas, nem dentro de seus corpos.
Imaginem o que sucederia se com nossa densidade entrássemos em vocês; é matematicamente, como dizem, impossível.
No entanto, podemos, com nossas ferramentas, organizar algumas desordens.

Uma vez mais, não é uma cura sutil ou física, mas uma ação direta sobre as correntes que estão próximas de certas cristalizações ou de certas estruturas, em particular ósseas ou fixas de seus corpos.
O referente, por exemplo, ao nível situado em seu ventre, tudo o que se refere a seus ornamentos, isto é, as unhas, os cabelos, todas as estruturas que não se movem, o olho por exemplo.
Não temos nenhuma ação possível sobre o sangue ou sobre o que afeta o sangue.

Mas podemos, sem que peçam nada, com a condição de entrar em contato conosco – se o queremos - com sua estrutura, e para isso é preciso mover sua estrutura, seja vindo a nossas aldeias (mas será difícil encontrá-las), seja criando uma estrutura de acolhimento para nós, e um de nós irá.

Eu falo aqui, não de nossa aldeia, mas de todos os lugares e de todas as comunidades de nosso povo.
Basta, para isso criar uma coluna de Luz e estabilizar, se é possível, esta coluna de Luz com a pedra que apreciamos tanto, colocando quatro delas em forma de cruz ou em quadrado, e estaremos, possivelmente, presentes no interior deste lugar assim que vocês penetrem-no.

E sejam pacientes, não peçam nada, esperem simplesmente, e talvez viremos – a certas horas, não sempre, também não estamos disponíveis o tempo todo.
Deste modo, se temos uma oferenda e se colocam seu corpo no interior destas pedras que citei, das pedras negras e em particular esta pedra perfeita criada pela natureza, poderemos intervir em vocês e o sentirão de uma maneira muito, muito física, se posso dizer assim.

É a única ajuda que podemos aportá-los, e corresponde totalmente a nossas atribuições.
Encontrar-nos em outras circunstâncias não aportaria, podemos dizê-lo, nem alegria, nem nenhuma transformação de sua consciência, mas se vocês nos encontram em nossos lugares, poderiam nos encontrar efetivamente fora das pedras, se vocês nos encontram, se beneficiarão desta espécie de solidez que podemos contribuir ao nível de sua estrutura mais densa.
Eu citei os exemplos de partes de vocês sobre as quais temos uma ação relativamente fácil, uma vez mais, em adequação total com a Luz e não com seus desejos ou nossos desejos.
Neste sentido, poderemos, eventualmente, traçar, de maneira invisível, mas perceptível, alguns glifos sobre vocês, o que poderiam também chamar de símbolos se quiserem, não é uma escritura, mas alguns glifos que pertencem desde tempos imemoriais, aos gnomos, um pouco, se querem, como as chamadas runas nórdicas.

Evidentemente, não são as runas, são Glifos, ligados a nossa Presença e a nossa função.
Eu não tinha nada mais que dizer-lhes, mas, no entanto, me foi pedido para estar disponível para suas eventuais perguntas em relação não a nossa vida, não ao nosso lugar de vida, mas unicamente sobre o que pode fazer interação conosco, nos limites de nossas aldeias ou sobre as estruturas que vocês recriaram onde nós poderemos vir sem dificuldade.
Em relação a isso, e exclusivamente em relação a isso, estou disposto a escutar as perguntas que lhes parecem necessárias, se, todavia, eu tenha esquecido qualquer coisa durante o processo ou se reste algo que ainda não está claro para vocês.

Pergunta: quais são as melhores horas para encontrá-los?
Evitem, tanto quanto possível, os horários de pleno sol, exceto se nossas aldeias, se as conhecem, estão situadas em alguns lugares - o fato de estarem sempre situados em lugares onde o sol penetra muito dificilmente, nos permite, de alguma maneira, ter uma mobilidade exterior um pouco mais ampla - o horário privilegiado para vocês ou bem é à plena luz do dia se vocês têm constituído uma estrutura com as quatro pedras negras que nos permitirá não ser afetados, de diferentes maneiras de fato, ou se conhecem uma de nossas aldeias, se vocês se deparam coma um delas, de todo o modo, o sentirão porque será em geral um lugar úmido, com frequência bastante escuro, onde a luz somente se filtra e onde a orientação, em todo caso, de nossos túneis e cavidades, não está destinada a deixar penetrar a luz direta do sol.

Há alguns horários, efetivamente, e mesmo naqueles lugares que vocês podem recriar, os horários privilegiados são mais pela manhã, inclusive após o amanhecer, mas antes que o sol seja demasiado visível acima do horizonte, e pela tarde, eu diria, segundo suas estações, uma e até duas horas antes da pôr do sol, e, aliás, qualquer que seja a estação.

Isso concerne, como eu disse, às nossas aldeias. Vocês podem, também, criar uma estrutura de acolhimento, mas, por favor, não o façam em suas casas, são horríveis.
É imperativo que esta estrutura esteja em contato com a natureza e bem isolada, não gostamos de ser incomodados.
Portanto, lembrem-se dos horários, melhor pela manhã, melhor pela tarde, e sempre na natureza, não necessariamente à sombra já que a estrutura das quatro pedras que comuniquei, cria um corredor onde podemos facilmente permanecer o tempo necessário para uma determinada ação, se julgamos oportuno que esta seja possível.

Em função da Luz observada em vocês e de nada mais.
Evitem o mais que possam, estar perfumados, preferimos de longe o cheiro da terra. E se é possível, que seja em nossas aldeias ou que seja sobre as estruturas que vocês tenham criado, e por favor tirem seus sapatos.
Levar a pele de um animal em seus pés parece-nos, para nós, é claro, digamos que, muito anacrônico.

Vocês têm mais perguntas?
Pergunta: Para a estrutura de acolhimento, as pedras têm que ser colocadas de maneira permanente? Em uma superfície de quantos metros quadrados" (m2)?
Oh, você fala da distância entre as pedras?
Pergunta: sim.
Oh, planejem uns dois metros quadrados, três metros quadrados se são corpulentos, mas um metro ou dois metros deveriam bastar, excepcionalmente, mais de três metros, mas aí, a estrutura não seria tão sólida.
Até agora, creio que isto lhes foi comunicado, já que viemos até vocês, havia uma necessidade de criar uma forma particular de luz que era uma coluna de Luz supramental.
Já não é necessário na medida em que, agora, as partículas adamantinas estão por toda parte. Criem esta estrutura no solo, esperem uns minutos e entrem nela simplesmente. Não esqueçam a bolacha.

Pergunta: esta estrutura deve ser retirada após cada intervenção, ou pode ficar de maneira permanente?
Pode estar ali de maneira permanente, mas não mudará nada, já que, sentiremos, unicamente, quando alguém estiver dentro.

E saberemos, assim que alguém penetre dentro, desde ali onde estamos, em todo caso, desde a aldeia mais próxima do lugar onde o criaram, saberemos instantaneamente que um humano criou uma estrutura de pedras.

E viremos, e talvez entraremos em seu interior. De fato, viajamos diretamente desde o ponto de nossa aldeia até seu ponto criado. Fiquem tranquilos, não precisamos cavar nenhum túnel para chegar até vocês.
Portanto, esta estrutura que vocês criarão no solo, pode ser retirada assim que vocês tenham acabado ou podem deixá-la em seu lugar.
Mas, uma vez mais, não será ativada enquanto não tiver alguém dentro, iluminando a própria coluna de Luz por sua própria Presença; que vocês sintam suas estruturas de luz ou não, de fato, importa-nos pouco, já que a Luz, de todo modo, hoje se deposita por toda parte.

Ainda que a Luz não penetre, se as estruturas de abertura que chamam Portas não estão ativadas, no entanto, assim que vocês põem a estrutura no solo e estejam no interior desta estrutura, de pé ou sentado,pouco importa, ela estará presente.

Há mais perguntas?
Pergunta: quando intervirem, vocês serão visíveis a nossos olhos?
Fora de nossas aldeias eu não penso que vocês possam nos ver. Vocês ainda não têm bastante, como o chamam, visão subtil ou visão etérica suficientemente constituídas, por enquanto, para ver-nos, apesar de nossa densidade e nosso volume.
Mas, nos perceberão, posso assegurar; as ferramentas, quando trabalham, trabalham.

Pergunta: há que respeitar uma distância entre a estrutura de acolhimento criada com os “granates” e uma de suas aldeias ou não é importante com a condição de que seja na natureza?
Ah, é claro, que se vocês vivem na cidade, terão dificuldade, ou em algum gramado ou em seu jardim. Se lhes é possível, não se encontrem demasiado longe de um ambiente mineral, onde, ao mesmo tempo tenha água e umas árvores não muito longe.

É o ambiente mais propício e susceptível de ser... Se querem, quando vocês criam estas estruturas, ouvimos um sino, mas se realmente... não posso dá-los nenhuma distância porque é muito variável segundo a condução da onda que é criada por esta estrutura de pedras, mas pode ir até o que vocês chamariam de vários quilômetros.
Mas, uma vez mais, se possível, que seja na natureza, se possível, que não seja bem na frente de uma casa humana, porque ali é intransponível para nós.

Tentem fazê-lo perto de uma árvore, próximo da água, por exemplo, pode ajudar.
Mas, uma vez mais, não responderemos em absoluto a todas as solicitações.
Responderemos, unicamente, aliás, eu tinha dito a vocês para não pedir nada, mas esperar dentro destas estruturas e ver o que acontece.

E, segundo o toque do sino que recebamos, enviaremos a vocês um emissário, com as devidas ferramentas.
Pergunta: os cozinheiros prepararam uns biscoitos, iremos depositar no lugar de acolhimento que foi criado.

E que conhecemos muito bem. Na verdade, precisa um pouco de manutenção.
Pergunta: como disse?
O lugar, precisa um pouco de manutenção.
Pergunta: de que maneira?
Eh, bem, primeiro limpá-lo e depois voltar a fazer a coluna de Luz ou deixá-la permanentemente, se for possível, deixar as famosas pedras das que falei ligeiramente enterradas.
Pergunta: tomamos nota.

Obrigado.

Pergunta: como não podemos fazer nenhum pedido, há alguma maneira de saber se vocês intervieram sobre nós ou não?
Quando você vai ver um cirurgião humano, há uma cicatriz. Eh, bem, você terá também uma cicatriz; é o que nomeei os glifos traçados sobre sua pele. Mas a ação é física, então, não podem senti-la.

Mesmo que vocês não sintam enquanto nossas ferramentas trabalham, de todo modo, vocês verão bem o que se produziu ao nível de sua estrutura.

Pergunta: para criar as estruturas de acolhimento,é possível substituir o granate pela turmalina negra ou pelo quartzo negro morillo?
De fato, percebo, que nesse lugar vocês não colocaram nenhum granate negro. Vocês colocaram uma pedra negra e uma coluna de Luz.

Mas, o ideal é, de todo modo, esta estrutura geométrica perfeita. Mas pode funcionar com um pouquinho mais de dificuldade operatória para nós, com uma pedra negra qualquer.

Pergunta: o ônix também?
Todas as pedras negras
Pergunta: o tamanho da pedra tem sua importância?
Inclusive, eu diria, que quanto menor mais atuará a ressonância criada.

Pergunta: Vocês têm, em suas aldeias e em suas casas, este granate negro?
Sim. Há, de fato, não muito longe, muitos cristais que estão presentes. Não quer dizer que estejamos sempre ao lado destas pedras negras, mas que somos muito contentes quando temos estas pedras, porque nos iluminam à perfeição.

Pergunta: Então, vocês se instalam ali onde há granates negros?
Existem em toda parte, e estamos em toda parte. Tudo o que seja mineral de cor escura, às vezes, moreno, às vezes vermelho, às vezes negro.

Mas, os lembro, que inclusive seus minerais mais brilhantes nascem no interior de uma ganga, que com frequência é, não sempre, mas muito frequentemente, de cor muito escura.
Efetivamente elegemos de uma maneira privilegiada este tipo de ambiente, mas não sempre. Quando é impossível, o fazemos de outra maneira.

Pergunta: na natureza, próximo da água e na floresta, estamos necessariamente a menos de 3 km de uma de suas aldeia?
Significaria dizer que teria muitíssimas aldeias, não somos tantos. Não nos multiplicamos como vocês.

Mas, precisaria, verdadeiramente, que a estrutura criada estivesse afastada uns 10 km a 15 km para que não escutássemos nenhum sino. Permaneçam, efetivamente, com o a, floresta com a sombra, com a água, com a rocha, tanto mais se as rochas são cinzas ou negras em lugar de beges.

Geralmente, nos mantemos a uma distância mínima de suas construções, para as cidades, em todo caso, ou o que nomeiam as aglomerações, eu creio, ou, inclusive, os vilarejos.

Assim que ultrapassam um determinado número de humanos, com suas construções, nos afastamos. Mas, por regra geral, posso dizer que com relação a uma cidade ou um conjunto de casas, a distância mínima é de pelo menos 10 km.
No entanto, podemos instalar-nos sem problema a 1 km de uma aldeia ou inclusive a umas centenas de metros de uma casa, se for isolada.

Não vejo o que mais acrescentar, como elementos, com respeito a nossas localizações. Que, aliás, não são tão, como dizer, sensíveis por causa da presença dos vórtices como os povos dos elfos.
Pergunta: podemos criar uma estrutura para várias pessoas?
Para criar a estrutura, sim, mas quanto a nossa cirurgia, é melhor estar de um em um dentro. Por precaução.
Pergunta: se somos vários, como saber quando você terá acabado sua intervenção sobre a primeira pessoa, para que a segunda pessoa possa entrar?

É muito simples. Nossas intervenções, assim que vimos, desde lá onde estamos, a interação da Luz com sua estrutura física, se podemos e devemos intervir em função de, como o chamam, a Inteligência da Luz, poderemos, sem dificuldade alguma, praticar o que há a praticar.

Necessitaremos, talvez, voltar a vê-los, igual aos cirurgiões humanos, mas, em todo caso, a operação não durará horas de seu tempo.
Mantenham-se tranquilamente no interior desta estrutura. Eu diria que o tempo máximo entre o soar do sino, a eventual operação e o fim da operação propriamente dito, levaria uns trinta minutos, nunca mais tempo.
Deixem-nos, de todo modo, uns minutos antes de sentir algo.
Evidentemente, nas estruturas de pedras, e, sobretudo, se são as pedras que nomeei, sentirão também ,é claro, a energia dos cristais, que não tem que confundir com nossa chegada ou nossa resposta. Mas acho que as sensações de seu corpo serão muito claras nesse momento.

Pergunta: Vocês têm algumas preferências ao nível dos biscoitos secos que podemos lhes oferecer?
Não, desde que sejam duros.

Pergunta: eu vivo perto de um rio, há água, árvores e rochas, mas durante o verão não há água. Coloca algum problema para vocês?
Não disse, em absoluto, que eram necessários os três elementos que citei. Pode ser um ou outro. Digamos que é mais fácil para nós.

Pergunta: fora as moradias humanas, que outros elementos afastariam suas aldeias?
Tudo o que é elétrico.

Como dizer? Somos seres bem mais magnéticos que vocês e a eletricidade, não faz bons amigos, diria eu, com nossa estrutura.
Não me refiro a um simples cabo elétrico, me refiro a geradores, a ... como vocês chamam, o que produz a eletricidade, ou grande cabos, grossos fios que transmitem a corrente.
Porque nesse momento geram-se campos elétricos e electromagnéticos que não são para nada propícios a nossa chegada.

Pergunta: alguns elementos subtis podem manter afastado suas aldeias?
O que quer dizer?
Vivemos em harmonia com os demais povos da natureza. Não pode ser de outra maneira.
Pergunta: alguns elementos “sombrios”?
Não poderiam se aproximar. Fogem de nós como da peste, diria eu.

Pergunta: para a intervenção é melhor estar sentado, de pé ou deitado?
Não, não, sentado ou de pé.

Pergunta: não pode ser deitado?
Ah, não disse isto, mas, neste caso, teria que modificar a estrutura que está colocada.

Pergunta: como saber se devemos voltar uma segunda vez?
Pois, se não tenha terminado...

Pergunta: como sabemos que não está terminado?
Pode repetir?

Pergunta: você disse que às vezes tinha que realizar uma segunda intervenção
Se a primeira não foi suficiente, pois se existe uma dor, uma deformação, algo que não tenha sido ajustado e que nós realmente intervimos.
Podem vir, simplesmente, para levar-nos uma bolacha. Não nos incomodará.

Pergunta: quando lhes deixamos as bolachas, no dia seguinte não restava nada. Vocês levaram-nas ou foram comidas por animais?
Esclareço a vocês que comemos as forças vitais da bolacha e não a bolacha em si, é claro. Mas, como uma bolacha dura evoca a forma e que somos apaixonados da forma, o preferimos assim. Depois, as deixamos para os animais.

Pergunta: uma bolacha dura em forma de cubo.
Existe?

Pergunta: pode ser feito.
Nunca as vi, nem as comi.

Pergunta: podem ser feitas.
Geralmente, suas bolachas duras sempre são muito planas.

Pergunta: poderíamos fazer um esforço e levar-lhes umas cúbicas.
Será necessário compartilhar, é uma pena.

Pergunta: a presença de uma fazenda perto da estrutura poderia ser um incômodo?
Se é uma fazenda cuja ocupação são os animais, o evitamos. Horroriza-nos ver estes animais presos. No entanto, se é uma fazenda cuja ocupação são os vegetais, não há nenhum problema.
Inclusive uma galinha enjaulada é intolerável para nós.

Pergunta: Vocês são numerosos em suas aldeias? Quantas bolachas nós temos que levar?
Quando falava de compartilhar, em geral, não é pelo número de bolachas, é, sobretudo, por sua originalidade, e por sua dureza; não se preocupem pela partilha.
Não temos as mesmas noções de partilha e compartilhar a força vital de uma bolacha se faz sem problema algum.

Pergunta: já que vocês têm companheiras, vocês têm famílias?
Não no sentido no qual o entendem, mas temos um companheiro privilegiado, se posso dizer assim. Mas os companheiros não têm nada que ver com o que chamam marido e mulher.
Digamos que são simplesmente ajustes de polaridade que não têm nada a ver com a função de gestação, de reprodução ou de sexualidade, no sentido no qual o entendem e o vivem.
Vejo que há perguntas que já não estão verdadeiramente em relação com o que eu pedi.
A respeito do processo operatório, vocês têm mais perguntas?

Pergunta: podem também intervir em crianças?
Eu responderia que nos é difícil até certa idade, pelo fato que a forma de uma criança está « em crescimento » e então móvel.
É preferível esperar ter saído da infância e, inclusive, de ser, não maduro, mas de estar concluído, se posso dizê-lo assim.
Pergunta: passados os 21 anos, mais ou menos?
Mais ou menos.

Pergunta: pode voltar a dizer-nos sobre que partes de nossas estruturas vocês intervêm?
Todas as estruturas fixas e duras: os ossos, tudo o que está no ventre, os olhos, os órgãos dos sentidos, alguns tendões, tudo o que é ósseo ou cartilaginoso. E também, como eu disse, sempre nessas zonas, tudo o que lhes pareça enquistado ou cristalizado sobre essas partes.

Pergunta: um cálculo, por exemplo?
Depende de onde esteja situado.

Pergunta: no rim.
Sim.

Pergunta: a vesícula biliar?
Não.
O rim não muda de lugar, a vesícula se contrai, então é móvel, mesmo se ela permanece no lugar.

Pergunta: os discos lombares?
Faz parte das estruturas cartilaginosas.
Outro exemplo situado no ventre: podemos atuar sobre os ovários, mas não sobre os testículos.

Pergunta: os dentes?
Sim, mas cuidado, não somos dentistas.

Pergunta: se devemos passar por várias intervenções, como saber se devemos voltar para outra intervenção?
Custará a você muito caro em bolachas.
É evidente que as intervenções tratam uma coisa após outra. Não podemos tratar, se é tratável, o conjunto do que tem que ser tratado de uma só vez. Diria que se faz nó após nó ou anomalia após anomalia.

Pergunta: Tem que haver um espaço de tempo mínimo entre duas intervenções?
Não há nenhuma regra. Cabe a vocês vê-lo, senti-lo, viver o que foi feito, quando é feito.
Pergunta: suas intervenções são dolorosas?
Não são dolorosas, são perceptíveis.
Lembrem-se do que disse: atuamos sobre a matéria, mas de acordo com a Luz, na zona afetada do corpo.

Pergunta: nos contos, os vemos densificar a luz em forma de cristais ou de gemas. É uma realidade?
Foi uma realidade, faz muitíssimo tempo, e não todos os cristais, é claro. Não por alguma ação de operação, mas pelo que levamos no que nós somos.

Pergunta: Vocês têm também um papel para ancorar a Luz?
É o que eu disse no início, ou seja... Vocês está escutando?

Pergunta: está-me falhando a memória.
Não posso fazer nada por seu cérebro.

Pergunta: não é o bastante duro, é por isso?
Não, é porque há eletricidade. E é o mesmo para o coração.

Pergunta: poderia ser um incômodo para suas intervenções se alguém tem uma bateria colocada perto do coração?
Se for nesta zona, sim, é muito incômodo.
Se for ao outro extremo de seu corpo, não há nenhum problema.

Pergunta: se há algum metal, parafusos, pode entorpecer?
O metal não nos incomoda.

Pergunta: se temos alguns implantes nos olhos pode perturbar?
Também não.

Pergunta: inclusive para uma operação nos olhos?
Também não.

Pergunta: Qual é o tipo de intervenção que vocês podem realizar nos olhos?
Uma vez mais, depende da conformação da Luz nestas zonas, cada um é diferente. Ainda que a estrutura seja idêntica, a conformação da Luz é profundamente diferente em cada um. Dei a vocês os órgãos e os elementos sobre os quais podemos atuar.
Não esqueçam, também, que vocês podem vir, não para que os operemos, mas para nos conhecer também e encontrar uma forma de assentar uma solidez em vocês, e aí, sobre alguns aspectos que não são nem materiais, nem orgânicos.
Não atuamos sobre sua consciência, tal como eu disse, mas podemos conformar a Luz para que isto se produza, se estamos autorizados a isso.

Pergunta: o fato de que vocês venham nos ver nestes tempos da Terra é devido ao ajuste do corpo de Existência com nossas estruturas?
É exatamente isso. E esperamos que este ajuste se acabe em breve.

Pergunta: Disseram-nos que seriam gravado coisas no tetrakihexaedro. Isso faz também parte de sua função?
Não, são suas próprias codificações de Luz que se manifestam a esse nível. Não somos responsáveis por isso.

Pergunta: Em vista de nossas perguntas, você pode avisar seu povo de que vão ser muito solicitados.
Pois aí, não há nenhum risco.

Pergunta: por quê?
Mas, porque precisa certo tempo antes que as operações se façam, eu lhes falei, uns trinta minutos, e duvido muito que sejam tantos. Não vamos nos transformar em cirurgiões dos corpos humanos.

Pergunta: Vocês podem intervir também sobre os pulmões?
Não, são demasiado macios. Não têm nenhuma consistência. Eventualmente, sobre os primeiros dutos, os mais grossos, os que conduzem o ar, mas isso é tudo.
Não temos mais perguntas e nós agradecemos.
Fizemos um tour, portanto, no que havia para ser dito para permitir que se beneficiassem, talvez, disso.
Quanto a mim, eu apresento minhas saudações e meus respeitos, bem como, todo meu amor, o de todo meu povo e o de todos meus administrados, como dizem.
Chamaram-me Fenouil, simplesmente, porque sou o mais sensível aos « ais » de meus irmãos. Dizemos « ais» quando nos ferimos.
E podem imaginar que trabalhando a matéria, somos robustos, mas com frequência recebemos, como dizem, uns golpes. Não entre nós, mas sobre nossos corpos.
Então, digo a alguns de vocês, em fim, eu e outros, dizemos a vocês, talvez, até breve.

Foi um prazer ter podido expressar-me entre vocês e digo-lhes... O quê dizer-lhes? Como se chama? Digo-lhes, feliz renascimento.
Fenouil se inclina e os saúda.




Tradução do Espanhol Célia M.



Postado por Celia M. e Pabuh 
Jandira de Moraes.
Altar das Fadas Encantadas. (Facebook)

Pesquisar este blog

Cadastre Seu Email


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com